SERAFIM SANTOS FILHO PARTICIPA DE ENCERRAMENTO DA II FASE DO CURSO DE APOIADORES EM HUMANIZAÇÃO DO SUS TOCANTINS

10votos

Etsus certifica apoiadores em Humanização  no SUS/ TO 

 

“O saldo das discussões aqui no Tocantins foi bastante positivo”. A opinião é do consultor do Ministério da Saúde, Serafim Santos Filho, que ministrou a Oficina de Monitoramento e Avaliação do Curso de Formação de Humanização para Apoiadores da PNH/SUS (Política Nacional de Humanização do SUS), realizada entre os dias 17 e 18 deste mês, no campus da UFT – Universidade Federal do Tocantins – em Palmas. Nessa fase, os participantes apresentaram plano de intervenções a serem realizadas em seus locais de trabalho e receberam o certificado de conclusão de curso.

O consultor destacou que o processo de formação permite aos apoiadores elaborar intervenções e propostas de trabalho que proporcionem mudanças reais e efetivas, dada a estrutura de diretrizes oferecidas pela PNH, mas é imprescindível que todos participem do processo. “É importante entender que as intervenções não são promessas de solução imediata, até porque é preciso haver uma disponibilidade tanto da gestão, quanto dos demais envolvidos no processo de trabalho, no sentido de disparar movimentos que estimulem a melhoria do contexto de adversidades”, explicou Serafim.

  

A coordenadora do HumanizaSUS no Tocantins, Goiamara Borges, relatou que o desafio dos apoiadores é envolver os coletivos gestores, trabalhadores e usuários, para que todos se sintam co-responsáveis pelo sucesso das ações propostas nos planos de intervenção.

 

A coordenadora do Curso de Pós-Graduação em Residência Multiprofissional em Saúde do Tocantins, Christine Ranier Gusman, é uma das apoiadoras que participou da curso. Segundo ela, o Tocantins é o único Estado a possuir um Curso de Residência Multiprofissional que utiliza a diretrizes da PNH como norteador das ações, fato que foi possível devido as vivências apreendidas no Curso de Apoiadores e tem sido visto com bons olhos pelo MS e por profissionais de saúde de outros Estados. “Nós participamos de um seminário nacional em maio desse ano e apresentamos 7 trabalhos, dos quais 2 foram premiados”, informou a coordenadora. Além disso, os pilares da PNH estão incluídos em disciplinas do Curso de Medicina da UFT, do qual Christine é professora.

 

Com um total de 80 horas, o curso foi coordenado pela  Secretaria Estadual da Saúde – SESAU/TOCANTINS em parceria com Escola Técnica de Saúde do SUS – Etsus, Ministério da Saúde – MS, Universidade Federal do Tocantins – UFT, e Secretaria Municipal de Saúde de Palmas – SEMUS. Contou com a participação de representantes da capital,  e das cidades de Gurupi, Araguaína e Miracema.