Sobre a Humanização da Medicina

12 votos

Existe uma farta literatura que tematiza e/ou estuda a problemática da desumanização da prática médica. O interessante a se notar é que, aparentemente, aquilo que se convencionou chamar de "desafetivação", "frieza", ‘distanciamento", "embotamento", parece ser um fenômeno relativamente mundial, em particular, de sociedades industrializadas. Entre as muitas razões identificadas como determinantes dessa problemática, existe uma discussão muito interessante que problematiza a questão a partir da forma como os estudantes de medicina assimilam seus conhecimentos. Grosso modo, estar exposto quase o tempo todo a uma carga didática intensa e abstrata afastaria o estudante de questões mais importantes do que a mera assimilação de conteúdos: o contato direto com as pessoas e suas problemáticas cotidianas nos espaços institucionais. As matérias nos links abaixo falam sobre a humanização da prática médica e sobre  a proposta de formação do Curso de Medicina da Universidade Federal de São Carlos, que tenta superar a dicotomia entre assimilação e cotidiano. Vale a pena ler e refletir. Os textos foram retirados do "UNIVERSIA" , um interessante portal de rede de universidades brasileiras e iberoamericanas, com mais de um milhão e meio de usuários. Acesse a página inicial do Universia em  http://www.universia.com.br/

Matérias sobre humanziação da prática médica em

http://www.universiaempregos.com.br/materia/materia.jsp?materia=12970

http://www.universiaempregos.com.br/materia/materia.jsp?materia=12982