Crônicas da Clínica (UNIVAP) – Valsinha

12votos

Beatriz é sorridente. Quase sempre! Possui sólida formação cultural e parece apaixonada por música. Há alguns anos enfrenta um problema raro, usa cadeira de rodas e, no início do trabalho na clínica, ouvimos dizer que "tem um sério problema de memória".

O trabalho com Música & Saúde sempre nos surpreende. E é bom que aconteça! Às vezes até planejamos um roteiro de atividades (um "repertório do dia", seria mais apropriado dizer), mas, em 2 ou 3 minutos, tudo toma outro rumo. E, neste dia, mais uma vez foi assim. Bom que aconteça…

Cheguei cansado à clínica (noite muito mal dormida), pensando: "Hoje não vou conseguir tocar…" – escolhi e separei então alguns cds para ouvir e interagir com os integrantes da "nossa orquestra". Mas, meio por hábito, liguei o teclado e… comecei a tocar uma valsa que havia composto anos atrás. Terminando, comentei algo sobre aquilo ser uma valsa, uma valsinha…

– "Valsinha"… do Chico Buarque! A "Valsinha"… 

– Bia, você conhece a Valsinha do Chico?

Então veio aquele sorriso. De iluminar o dia e umidecer os olhos (como agora, enquanto escrevo). 

Comecei a tocar a Valsinha, do Chico. 

Beatriz começou a cantar. Cantar, sim – com letra e tudo.

Eu não me lembrava da letra toda… Beatriz cantava… me ajudava a lembrar…! Cantamos juntos a música toda, os demais iam chegando e ajudando a marcar o ritmo. Cantamos de novo! Eu ainda não lembrava direito de um trecho… 

A coordenadora da clínica parou na porta.

– Vem cantar com a gente! Estou com dificuldade, não sei a letra toda, você conhece?

A coordenadora sabia direitinho a primeira estrofe… Todos juntos, nós sabíamos tudo! Juntos, recompusemos a música.

Sempre amei a Valsinha do Chico. Mas nunca foi tão linda a Valsinha do Chico…! Naquela segunda-feira, cedinho, na clínica… 

"O mundo compreendeu… e o dia amanheceu em paz"

P.R.Barja

Tocando...     

Parceria…!