Roda de conversa com pessoas com mobilidade reduzida

12 votos

Durante o Curso de Formação e Intervenção de Apoiadores Temáticos em Ambiência na Saúde – PNH/QualiSUS Redes eu conversei com o arquiteto José Ferreira Nobre Neto (o "Neto"), de Salvador/Bahia, sobre algumas rodas de conversa que estava fazendo com pessoas com deficiência e que estava elaborando um projeto em AutoCad com suas principais reivindicações. O "Neto" achou muito interessante este projeto e agora que ficou pronto quero compartilhar com vocês.

Como a principal preocupação se relacionava com a estrutura física dos prédios públicos e particulares foi dada ênfase ao acesso de cadeirantes, idosos, obesos e gestantes. A complementação para o deficiente visual poderá ser feita numa segunda fase, assim entendemos.

Quando, numa roda de conversa, perguntamos qual a dificuldade que os cadeirantes encontram ao procurarem atendimento numa unidade de saúde, eles disseram que começava pelo BALCÃO DE ATENDIMENTO (incluímos no projeto o detalhe do balcão da NBR 9050/2004).

Informaram que necessitam de DUCHA HIGIÊNICA junto à bacia sanitária.

Dificilmente encontram o PUXADOR HORIZONTAL nas portas dos sanitários (do lado interno), sendo que as portas dos sanitários/banheiros devem sempre abrir "para fora".

As PAPELEIRAS (papel higiênico) muitas vezes são colocadas na parede atrás da bacia sanitária, dificultando sua utilização. Pior ainda quando encontram lixeiras com tampa e acionamento pedal !!!!

O ESPELHO INCLINADO 10° funciona muito bem para a utilização dos cadeirantes.

A cabine para VESTIÁRIO ACESSÍVEL (troca de roupa deitado) e o BANCO ARTICULADO (do chuveiro) também facilitam a vida deles.

Largura dos corredores (mínimo 1,50 m, para passar uma cadeira pela outra e para girar a cadeira e não ter que voltar de ré). Corrimãos nas rampas e escadas (idosos, gestantes).

A inclinação de rampas de acesso não foi colocada no projeto porque necessita de um estudo caso a caso, mas é uma reclamação generalizada.

Enfim, estas foram as principais reivindicações apresentadas.

A finalidade desta prancha com estes detalhamento é para servir como um ANEXO dos projetos da prefeitura para que sejam orçados estes acessórios e executadas as instalações de acordo com a NBR 9050/2004.

Também serve para os projetistas “recortarem e colarem” alguns detalhes que sejam pertinentes aos seus projetos, para facilitar a execução e a colocação correta dos acessórios.

Este não é um projeto finalizado. Estamos mantendo constantemente contato com os funcionários e pacientes das unidades de saúde e assim que surgir  alguma sugestão estaremos atualizando esta prancha.

Agradeço ao estagiário de Arquitetura Luigi Paolo Picolo e Silva pelo desenho e dedicação.

Espero que possa contribuir de alguma forma para melhorar as instalações para PNE em nossos projetos e construções.

Um grande abraço a todos.

Paulo Figueiredo

Obs.: Não consegui anexar o arquivo devido a extensão ".dwg". Mas quem quiser receber este arquivo é só solicitar pelo email: pasf@terra.com.br