Projeto Música na UTI e UCO Humanização

10 votos

MÚSICA NA UTI GERAL E CORONÁRIA

CONCEITO (O que)
Segundo comprovações científicas, a música é também, um canal que alivia sintomas de várias dores devido ao fato de atingir o sistema límbico, região do cérebro responsável pelas emoções, motivações e afetividades.

OBJETIVO
Sem intervenção terapêutica direta, pretende-se proporcionar aos funcionários e pacientes um tempo diário de relaxamento, visto que o ambiente hospitalar, especialmente a UTI, é “pesado” emocionalmente, pois existe cuidados criteriosos por ser um local que presta assistência a pacientes críticos, sendo ameaçador e cansativo por excesso de procedimentos. O intuito é de que se diminua o estresse, a ansiedade, provocando melhora no humor, na atenção, concentração e comunicação interpessoal, porém com redução do volume de fala (ruídos de conversas paralelas).

AGENTE (Quem)
Enfermagem: Carla Francisca Santos Neves e Cibely Cristina Pinheiro Meidas
Fonoaudiologia: Mariana Passos Rodrigues
Psicologia: Ariane Pelossi de Oliveira

QUANDO
Todos os dias, uma (01) hora de música todos os turnos de trabalho na UTI geral e na UCO trinta (30) minutos três vezes ao dia.

CONDIÇÕES NECESSÁRIAS (Com o que)
Equipamento de som e máximo de silêncio possível no ambiente.

DESCRIÇÃO DO PROCEDIMENTO (Como)
A música é colocada, normalmente, das 05 às 06 horas, das 11 às 12 horas, 17 às 18 horas, 21 às 22 horas (o que poderá sofrer mudanças conforme a necessidade) na UTI Geral e na UCO não inicia às 05 horas, somente os outros horários. São utilizadas três (03) caixas de som com entrada USB com três (03) pen drives e músicas com melodias suaves e instrumentais, após ser solicitado redução do ruído no ambiente. As caixas são ligadas simultaneamente uma em cada bloco da UTI.

REFERÊNCIA
LIMA, A.L. Musicoterapia: o som da cura. Disponível em: <http://www.bancodesangue.com.br/user/870/blog/musicoterapia-som-cura>. Acesso em 03 dez 2013.
ZENHA, A.L. et al. Revista Eletrônica de Enfermagem do Centro de Estudos de Enfermagem e Nutrição. Musicoterapia como Instrumento de Humanização na Unidade Terapia Intensiva. [serial on-line] 1-11, jan-jul, 2011. Disponívelem: <http://www.ceen.com.br/revistaeletronica>. Acesso em 03 dez 2013.