O Despatologiza – Movimento pela Despatologização da Vida – GT Campinas CONVIDA

18votos

 

unnamed_0.png

Dia 11 de novembro foi instituído como o Dia Municipal de Luta Contra a Medicalização da Educação e da Sociedade em Campinas. A instituição deste dia no calendário municipal tem o objetivo de marcar a importância de se discutir alternativas e formas de cuidar que não transformem questões sociais, culturais, econômicas, educacionais, familiares em patologias, exigindo intervenções médicas e de outros profissionais de saúde. Temos observado que em todo o mundo vem crescendo o uso de intervenções, especialmente as medicamentosas, como forma de se lidar com problemas que não estão no corpo das pessoas, mas na forma como elas vivem no mundo.
Dessa forma, se faz necessário que possamos discutir no âmbito das mais variadas políticas públicas a construção de práticas não patologizantes e que sejam capazes de promover a inclusão e desenvolvimento da cidadania. O Despatologiza – Movimento pela Despatologização da Vida – GT Campinas, com o apoio do CRP Campinas, do mandato do Vereador Pedro Tourinho, da Pediatria Social (FCM UNICAMP) e da Prefeitura Municipal de Campinas, através das Secretarias de Cultura, Educação e Saúde , além de estudantes de Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional da PUCC, organizou o seguinte calendário de atividades:
– Palestra com a pedagoga Ana Smolka – Faculdade Educação UNICAMP. Evento voltado a profissionais, em especial da Educação.
Dia 11 de novembro, às 17:30 horas, no Salão Vermelho da Prefeitura Municipal de Campinas, Avenida Anchieta, 200.
– Oficinas artísticas, culturais, de práticas integrativas (preconizadas pelo SUS) e de sensibilização à população com panfletagem sobre a temática “DESPATOLOGIZAÇÃO DA VIDA”.
Dia 12 de novembro, a partir das 12 horas, na Praça José Bonifácio, em frente à Catedral Metropolitana de Campinas.
– Palestra sobre “políticas públicas e a patologização da vida”, com Carla Biancha Angelucci – Psicóloga da Faculdade de Educação da USP.
Dia 13 de novembro, as 18 h, teremos na Câmara Municipal de Campinas, Avenida Roberto Mange, 66, Ponte Preta.
As partir das diferentes formas de ação esperamos atingir profissionais de diferentes áreas, o Legislativo e a sociedade civil no enfrentamento à patologização da Vida.

Aguardamos vocês!

Movimento pela Despatologização da Vida – Núcleo Campinas