A atenção primária nas redes de atenção à saúde.

15 votos

redes_de_atencao2.jpg

  As redes de atenção à saúde (RASs) tem como proposta uma nova forma de organizar o sistema de atenção à saúde em sistemas integrados que permitam responder, com efetividade, eficiência, segurança,qualidade e equidade, às condições de saúde da população. A organização das RASs, estrutura-se com base nos seguintes fundamentos: economia de escala, disponibilidade de recursos, qualidade e acesso; integração horizontal e vertical; processos de substituição; territórios sanitários; e níveis de atenção.
  Os níveis de atenção à saúde são fundamentais para o uso racional dos recursos e para estabelecer o foco gerencial de governança das RASs. O centro de comunicação das redes de atenção à saúde é a Atenção Primária à Saúde (APS), sendo a APS a porta de entrada do sistema, que tem a capacidade de resolver maior parte das necessidades de saúde da população, integrando ações preventivas e curativas, através de uma equipe multidisciplinar e de acordo com os princípios do SUS.

Referência:
As Redes de Atenção à Saúde. Disponível em: 
http://www.conass.org.br/pdf/Redes_de_Atencao.pdf