Potência da arte, potência de vida! Billy Saga: um rapper que não cessa de reivindicar os direitos das pessoas com deficiência

12votos

Orgulho desse meu querido amigo, o Billy! Quanta potência!

Billy nos fala: "Salve família. Estou concorrendo a uma vaga para tocar no evento Brazilian Day San Diego – a MAIOR FESTA brasileira da costa oeste americana. Para isso preciso que vocês deem uma força clicando no link abaixo e dando um CLAP. É fácil, fácil. Cadastro pelo próprio Facebook. http://clapme.com/concurso/brazilianday/artist/billysaga Fortalece com nós?! Se puder compartilhar esse post, também vai ajudar bastante. Valeu! A Saga continua…"

O paulistano Willian Coelho, mais conhecido como Billy Saga, é hoje um dos mais originais e combativos rappers do país a reivindicar os direitos das pessoas com deficiência. Em sua alquimia musical, Billy funde o hip-hop a elementos do rock, reggae, dub e samba e transita por assuntos como política, religião, relacionamentos, tecnologia, entre outros. Suas letras de intervenção nos relembram a importância do protesto, trazendo à tona seu espírito guerreiro, enfaticamente pacifista.

Morador da periferia de São Paulo, o MC começou a escrever suas primeiras letras de rap ainda na adolescência, influenciado pela cultura de rua do Hip-hop. Em 1998, Billy sofreu um acidente de moto que mudou radicalmente sua vida: em um cruzamento da Rua da Consolação, uma viatura policial sem qualquer aviso sonoro/luminoso atravessou o sinal vermelho e o atingiu, arremessando-o para longe. Resultado: uma lesão medular que o deixou paraplégico.

billysaga.jpg

Diante de seu novo mundo em cima de uma cadeira de rodas, disposto a não se entregar às injustiças nem sucumbir aos descasos da sociedade em relação aos direitos das pessoas com deficiência, Billy fundou – junto com um grupo de amigos – a ONG Movimento SuperAção, que tem como missão lutar pela garantia dos direitos humanos e pela inclusão social. De alguém que viveu na pele as agruras de uma lesão medular, seu rap é uma verdadeira ode moderna à resiliência, capaz de sensibilizar e provocar a reflexão sobre a riqueza das diferenças, a urgência da acessibilidade e os deveres (de cada um e de todos) em relação às práticas e políticas inclusivas.

Em seu trabalho, Billy Saga confirma uma de suas maiores aptidões: saber conquistar e atrair grandes talentos para os seus projetos, sejam eles musicais ou não. Sua simpatia natural e seu carisma conquistam um respeito unânime entre as pessoas que o cercam – muito disso proveniente de seus anos de militância em prol dos direitos humanos.