VER-SUS/São Paulo: formação política em saúde na Escola Nacional Florestan Fernandes do MST

8 votos

As vivências e estágios na realidade do SUS (VER-SUS) de São Paulo, desde a sua primeira edição em julho de 2014 na cidade de São Bernardo do Campo, e nos municípios de Mauá, Guarulhos, Santos e Brasilândia/FÓ no verão de 2015, vem se solidificando no campo da integração ensino-serviço com a gestão municipal de diversas secretarias de saúde, o que permite estimular uma aproximação dos estudantes de graduação com os territórios e o fortalecimento dos diálogos entre gestão e serviços de saúde. Possibilita, também, encontros fundamentais dos profissionais de saúde com as pessoas que utilizam o SUS, sempre próximo do afeto e do cuidado com o outro.

Assim, surge a necessidade do VER-SUS/São Paculo (re)pensar suas práticas, suas vivências, seus objetivos e compromissos com o Projeto VER-SUS/Brasil. E sob esta ótica, a edição de inverno das vivências estão debruçadas em quatro atividades; estágio de vivência em Heliopólis/São Paulo, encontro paulista do VER-SUS (em São Paulo e Santos) e formação política em saúde no MST. 

O motivo de escrever este post é para convidar a todos e todas para a formação política em saúde na escola nacional florestan fernandes do MST. 

Pra que uma formação política em saúde? 

A vivência do VER-SUS na Escola Nacional Florestan Fernandes, do MST, localizada em Guararema no Município de São Paulo traz inúmeras possibilidades para os participantes e as participantes. A singularidade do local, o contato com a dinâmica, com os indivíduos que constroem e compõem  a possibilidade de se colocar a saúde em debate em um espaço como o MST traz muita potencialidade de criação de saberes, de contatos, de trocas e crescimento.

O país hoje se encontra em um cenário político muito desfavorável ao SUS que defendemos, o fortalecimento de laços entre o VER-SUS, estudantes de saúde e os movimentos sociais se dá extremamente necessário para atravessar esta onda de ataques à saúde como direito social. Acreditamos que a potencialidade desta vivência esta no despertar dos indivíduos envolvidos na importância do projeto VER-SUS na consolidação do projeto do SUS, a importância do debate acerca dos direitos sociais, do cenário político do país e nos reflexos disso no campo da saúde e da produção de vida.

A proposta é ficar imerso durante dois dias na Escola Nacional Florestan Fernanades que tem uma história singular.

Como será a vivência? 

O VER-SUS ocorre em um processo de imersão teórica, prática e vivencial dentro da escola Nacional Florestan Fernandes do MST. 

Nesse período, os estudantes ficarão hospedados juntos para que ocorram os momentos de diálogo e troca de experiências relacionadas às vivências do dia. Será disponibilizado para os participantes: hospedagem, alimentação, transporte de São Paulo para a Escola ida e volta e material didático.

Para mais informações… 

www.facebook.com/versussampa

http://www.otics.org/estacoes-de-observacao/versus/inscricoesversus/cronograma-de-inscricoes-e-vivencias-ver-sus-brasil

 

10407320_1584195521832761_4405685487742127633_n.jpg