Respeito ao SUS!

11votos

HUMANIZAÇÃO !
Proposta nova em mais uma tentativa de efetivar o trabalho coletivo para uma atenção e cuidado às comunidades que vivenciam a decadente  busca pela transformação de espaços de convívio,onde a  integralidade do ser humano está ano luz de ser contemplada.
Inúmeras propostas foram e serão apresentadas e discutidas como políticas e ou programas de assistências na perspectiva de influenciar a população e aumentar sua fragilidade,pelo  desconhecimento de  seus diretos e da não participação,adiando cada vez mais seu protagonismo no cenário que vive  lutando por melhorias.
São muitas as novidades e nada é de fato novo,senão a forma de maquiar os objetivos e metas que fingem atingir,onde o que prevalece é o bem estar pessoal de alguns privilegiados,deixando de fora  o povo que resiste e acredita,mas que está exausto,descrente e desestimulado por tudo que passa sem perspectivas de melhora.Sentem-se desvalorizados e impotentes diante da imposição até mesmos dos órgãos que foram instituídos para proteger o cidadão,contribuindo com as políticas públicas de assistência à população.
Nos municípios conhecidos como  porta de entrada,todas as ações são feitas com muitas limitação,desde a falta de conhecimento e compromissos dos nossos gestores ao despreparo dos técnicos que vivem improvisando pela falta de coragem para exigir que o proposto seja feito em prol da população,medo de perder status.isso contribui para o processo de desprecarização da saúde,somado à condição desrespeitosa aos soldados que resistem de forma consciente do seu papel na sociedade por mudanças ,independente das condições enfrentadas com a falta de estrutura e apoio para fortalecer os processos que conduzem para uma conscientização para os processos de transformação necessários  ao meio  na construção de políticas públicas mais eficientes.Esse sofrimento ainda está longe de acabar porque aqueles que na verdade estão compromentidos com o  gerenciamento dos serviços com qualidade são  ignorados e perseguidos,afirmo isso pelos 2 anos que faço parte do conselho municipal de saúde do município de Marechal Deodoro que até esta data a gestão não presta contas de nada,o plano de saúde até o momento não foi apresentado para análise e aprovação,não contribui nas ações do conselho onde realizamos rodas de conversa,seminário,palestras,reuniões ordinárias e extra ordinárias,não temos secretária executiva para agilizar os trabalhos,enfim tudo o que interessa aos que querem ver o fim do sus.Nesse período estou vivenciando muita desigualdade,inoperância dos nossos órgãos de proteção,falta de visão dos nossos gestores que são quem na verdade promovem todo esse desequilíbrio e agem de toda forma para que participação da população não de efetive,esta que está adormecida em berço explêndido e que também precisa mudar sua atitudes.É um cenário que nos proporciona ampliar o conhecimento e fortalecer a visão na  luta por uma efetivação do controle social que não vai acontecer sem que a população mude sua postura diante do cenário que temos.
A lei orgânica 8.080/90 e complementar 1.142/90 que está sendo desrespeitada,observação de poucos que se doa para sofrer todas as formas de injustiças,para nada vale ou significa enquanto os personagens principais não se organizarem para planejar ,desenvolver,monitorar e fiscalizarem juntos teremos esse faz de contas.
O SUS está sendo bombardeado todos os dias em todos os cantos desse país,é explicito o interesse de impedir seus avanços e de fortalecer a imagem de ruim para a população pelos empresários,gestores e políticos do nosso país.Uma falta de respeito à nossa constituição como também a todo processo de luta do povo brasileiro.Somos e seremos sempre SUS e pelo SUS precisamos nos mobilizar e ocupar os espaços com pessoas capacitadas e principalmente envolvidas com esta causa.
Tudo deve feito para que tenhamos serviços de qualidade ,se faz necessário que os cidadãos saiam da sua zona de conforto e entre nesta luta porque trata-se de uma conquista que precisamos  gerenciar juntos com a união e força de todos.
A  carta  dos direitos dos usuários do SUS  é mais uma garantia  do  acesso  universal  e  igualitário  às  ações  e  serviços para promoção, proteção e recuperação da saúde .Desde junho de 2009 é  uma importante ferramenta para que nós cidadãos  brasileiros, conheçamos nossos direitos para ajudar o Brasil a ter um sistema de saúde de qualidade.Seus  princípios  básicos  de  cidadania, nos orientam na procura  ao atendimento de saúde, tanto público como privado e afirma que todo cidadão tem direito ao:
1.  Acesso  ordenado  e  organizado  aos sistemas de saúde.
2.  Tratamento  adequado  e  efetivo  para seu problema.
3. Atendimento  humanizado,  acolhedor e livre de qualquer discriminação.
4. Atendimento que respeite a sua pessoa, seus valores e seus direitos.
Todo  cidadão  também  tem  responsabilidades  para:
1. Que  seu  tratamento aconteça da forma adequada.
2. Ao comprometimento  dos  gestores  da saúde para que os princípios anteriores sejam cumpridos.