QUAL O PREÇO DA SAÚDE?

15 votos

                               dinheiro-plano.jpg

Pela curiosidade e interesse, pensei em buscar alguns tema que fossem relevantes para entrar em discussão e que fosse pertinente com os conteúdos estudados neste semestre em sala de aula. Encontrei um artigo do Dr Drauzio Varella que expõe alguns problemas do SUS. Foi publicada no site no final do ano passado, só que continua mais atual do que imaginamos.

Segue: 

O custo da saúde está pela hora da morte. O preço dos medicamentos recém-descobertos e das novas tecnologias deixam para trás os valores da inflação.

Repassar integralmente esses custos para o SUS ou para os usuários dos planos de saúde é inviável. Sem repassá-los, no entanto, o sistema corre risco de desabar, dilema que só não aflige os países que negam a seus habitantes o acesso à saúde pública.

O Brasil é o único país com mais de 100 milhões de habitantes que teve a ousadia de declarar a saúde como direito do cidadão e dever do Estado. Pena, terem os constituintes de 1988 esquecido de mencionar de onde viriam os recursos para tal generosidade.

A situação do SUS é ainda mais precária. De um lado, o financiamento governamental insuficiente para atender às necessidades da população que envelhece, engorda, fica sedentária e desenvolve doenças complexas como ataques cardíacos, derrames cerebrais, diabetes e câncer. De outro, a incompetência administrativa, o cipoal das leis que regem o funcionalismo público, a ingerência de interesses paroquiais e a corrupção.

 

Artigo completo: http://drauziovarella.com.br/noticias/o-preco-da-saude/