Diversidade sexual e homofobia: o conhecimento de enfermeiros da estratégia saúde da família

1voto

Glauber Weder dos Santos Silva 1, Romeika Carla Ferreira de Sena 2, Alexandra do Nascimento Cassiano 3, Maura Vanessa Silva Sobreira 4, Francisco Arnoldo Nunes de Miranda 5

RESUMO: Objetivo: objetiva-se analisar o conhecimento de enfermeiros da Estratégia Saúde da Família no tocante à diversidade sexual e à homofobia. Método: investigação exploratória, qualitativa, com 12 enfermeiros. Utilizou-se a entrevista semiestruturada e para a análise, a Técnica de Análise de Discurso de Eni Orlandi, fazendo analogia dos resultados com a metáfora. Este estudo teve aprovado o projeto pelo Comitê de Ética em Pesquisa, C.A.A.E. nº 0031.0.428.000-11. Resultados: os enfermeiros relatam a diversidade sexual como sistema de orientação sexual e sexo biológico. Sobre homofobia, atribuíram significados coerentes. No entanto, atenta-se para a expressão da “homofobia implícita” ou “simbólica”. Conclusão: faz-se urgente a promoção da saúde através do reconhecimento das determinantes sociais, pois, a vivência e a aproximação com a multiplicidade sexual existente na área de adstrição de enfermeiros pode ser apresentada como forma de enfrentamento às questões relativas à diversidade sexual. Descritores: Sexualidade, Preconceito, Homofobia, Enfermagem.