O cuidar de presidiários sob a ótica de acadêmicos de enfermagem

0votos

Lannuzya Veríssimo e Oliveira 1, Natália Lemos Leite 2, Cleonice Andrea Alves Cavalcante 3, Francisco Arnoldo Nunes de Miranda 4

RESUMO: Objetivo: compreender o cuidar de presidiários sob a ótica de acadêmicos de enfermagem. Método: trata-se de uma pesquisa descritiva com abordagem qualitativa, realizada com 11 acadêmicos de enfermagem da Universidade Estadual da Paraíba, no período de agosto a setembro de 2013. Para coleta de dados foi utilizada entrevista semiestruturada audiogravada. Os dados foram analisados conforme a técnica da Análise de Conteúdo. Resultados: quatro categorias foram evidenciadas: cuidado integral, direito social, prestação de cuidados aos presidiários e lacunas na formação acadêmica do enfermeiro. Conclusão: o cuidar de presidiários para acadêmicos de enfermagem é compreendido como uma obrigação profissional e humana, entretanto este cuidar perpassa por dificuldades, como medo, acentuado por mitos, preconceitos e estigmas, acrescidos pela deficiência na formação acadêmica. Descritores: Prisioneiros, Enfermagem, Educação em enfermagem.