Pindoba – Alagoas realiza Oficina para Acolhimento e Classificação de Risco na Atenção Primária

11 votos

Município de Pindoba em Alagoas abraçou  no último dia 26/04 a Política Nacional de Humanização como estratégia para qualificar os serviços prestados pela sua atenção primária. Esolheu trabalhar em oficinas a Diretriz Acolhimento e seu dispositivo classificação de risco com toda equipe da estratégia saúde da família, num projeto piloto. Participaram da 1ª oficina ( num total de 5 com 8h/dia) todos os servidores da unidade, do motirista ao diretor da unidade, participaram ainda a equipe do NASF – Núcleo de Apoio à Saúde da Família daquela ESF. 

As oficinas  abordarão os seguintes temas:

1º dia – Do movimento sanitarista ao SUS e a PNH e sua relação com o SUS;

2º dia – Apresentação do protocolo de Mancheste, Discussão das Diretrizes da PNH:  Acolhimento e direitos dos Usiários e ,levantamento dos serviços realizados na ESF;

3º dia – Discussão sobre os processos de trabalho e incio projeto de interveção: implantação da ACR na ESF de Pindoba;

4º dia – Aprofundamento do projeto de intervenção com discussões coletivas, com levantamento de necessidade de materiais físicos e de pessoal;

5º dia – Conclusão do projeto piloto de intervenção e apresentação a gestão da saúde local para aprovação e apoio e, em seguida experimentação na unidade, divulgação nas rádios comunitárias para ciencia dos usuários, apresentação em Conselho municipal de saúde.

Será um projeto piloto de experiência de  ACR em um município de Alagoas, até o presente data,  so temos uma experiencia super bem sucedida  do municípo de Maceió, na unidade Dídimo otto Kummer, numa iniciativa dos profissionais de saúde sem apoio da SMS Maceió.

Estamos super motivados visto que estamos num momento super aquecido da PNH em Alagoas. Apesar da ausência completa do Ministério da Saúde, o que lamentamos profundamente.

– See more at: http://www.redehumanizasus.net/node/add/blog#sthash.lrh8xjDe.dpuf