Proqualis lança página Choosing Wisely Brasil

5 votos

Iniciativa internacional tem como objetivo garantir o cuidado certo, na hora certa

Texto: Isis Breves (Proqualis)

Já está no Portal Proqualis (proqualis.net) a página Choosing Wisely Brasil (http://proqualis.net/choosing-wisely-brasil). A iniciativa teve início em 2011, quando a Fundação American Board of Internal Medicine deu início a campanha e várias associações norte-americanas de distintas especialidades médicas apresentaram listas de procedimentos utilizados de maneira excessiva e, consequentemente, inapropriada. “O Proqualis é o canal de divulgação da iniciativa Choosing Wisely no Brasil. Caberá às sociedades de especialidades elaborarem, por adesão voluntária e com total independência, suas listas de recomendações, a serem centralizadas e divulgadas em seção do Portal do Proqualis. Este projeto contará com suporte de consultores internacionais e colaboradores do Proqualis capacitados para auxílio das entidades envolvidas, caso necessário”, explica Josué Laguardia, Vice-Diretor do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict) da Fiocruz e coordenador adjunto do Proqualis.

Laguardia ressalta que a importância da iniciativa é a reflexão sobre a variação regional e a sobreutilização de procedimentos, bem como a adequação do cuidado em saúde. “A sobreutilização de procedimentos refere-se àquelas situações em que o cuidado prestado apresenta maior chance de provocar danos ao paciente do que benefícios”, esclarece.

O Proqualis firmou parceria com representantes da Choosing Wisely no Brasil, os médicos Luís Cláudio Correia, Guilherme Brauner Barcellos e Gustavo Gusso, para divulgar a iniciativa no país.

“Importante dizer que as sociedades que contribuírem, terão total independências das sociedades médicas e total autonomia para elaboração de suas listas. Além de ser um trabalho voluntário o engajamento à iniciativa.  Essas listas são recomendações baseadas em evidências, porém, não são listas prescritivas. Choosing Wisely tem um papel de reflexão que envolve fundamentalmente paciente e familiares nessa discussão. Nos Estados Unidos e no Canadá a iniciativa está bem implementada e informar a sociedade sobre a qualidade do cuidado e discutir escolhas do cuidado que irão beneficiar o paciente é o principal ”, fala Guilherme Barcellos.

Luís Correia aponta os pontos relevantes do Choosing Wisely Brasil. “A iniciativa tem como finalidade refletir sobre o grande problema em relação ao excesso de tratamento, isso inclui qualquer tipo de tratamento, tais como testes, procedimentos ou tratamento propriamente utilizado com frequência na investigação de doenças, por exemplo. É necessário encorajar o diálogo entre paciente e profissional de saúde para que as decisões sejam tomadas de forma informada e compartilhada sobre o cuidado. A transparência no cuidado em saúde, ou seja, dividir com o paciente não apenas o benefício do tratamento, mas o possível dano que ele poderá causar. E, por fim, destaco que a abordagem do tema Choosing Wisely nas faculdades de medicina”, fala Correia, coordenador científico do Hospital São Rafael em Salvador, que está atuando na introdução da iniciativa no hospital e também na Escola Baiana de Medicina em Saúde Pública para desenvolver não só a formação, mas também pesquisa na área.

Conheça a página Choosing Wisely Brasil : (http://proqualis.net/choosing-wisely-brasil

Assista ao vídeo: https://youtu.be/nmf0rmcrwxM

 

Saiba mais: Os sites Choosing Wisely norte- americano (www.choosingwisely.org) e canadense (www.choosingwiselycanada.org) disponibilizam informações e recomendações, através das sociedades de especialidades, que atuam por adesão voluntária e independente. Recomenda-se analisar esses conteúdos, até que sejam gerados os genuinamente nacionais.