Biotecnologias, Subjetivação e Psicologias: mercado de células-tronco do cordão umbilical

5 votos

 

#installationart   filefestival

 

Este artigo analisa as práticas de produção da subjetividade engendradas pelo mercado de células-tronco do cordão umbilical, que se constitui por meio da gestão de riscos e precauções do futuro biopolítico, no âmbito da família e da relação pais e filhos. O interesse da psicologia pela inovação biotecnológica pode ser visualizado tanto na problematização crítica realizada pelo campo científico sobre os modos de subjetivações que emergem do acoplamento entre biotécnicas e corpo quanto em seu campo de atuação profissional, por meio de psicoterapias de aconselhamento genético. Nas estratégias biopolíticas de controle e de manipulação das células-tronco do cordão umbilical, evidenciam-se subjetivações que emergem em uma rede complexa de produção tecnobiológica.

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-71822017000100210&script=sci_arttext&tlng=pt

Dolores Galindo1 

Renata Vilela Rodrigues2 

Flávia Cristina Silveira Lemos3 

Leila Cristina da Conceição Santos Almeida4 

 

1 Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá/MT, Brasil

2 Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá/MT, Brasil

3 Universidade Federal do Pará, Belém/PA, Brasil

4 Universidade Federal do Pará, Belém/PA, Brasil