PRECISAMOS CONVERSAR: INDÍGENAS LIDERAM O RANKING DE SUICÍDIO NO BRASIL.

13votos

(Este post, é uma atividade da disciplina SUS, da professora Cátia Paranhos do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde Indígena do HU de Dourados -MS. )

 

Entre os anos de 1980 e 2012,as taxas de suicídio no país  cresceram 62,5% e um silencioso quadro instalado no Brasil, aponta que os maiores suicídas são os indígenas.

Neste cenário,contabilizado pelo último censo de suicídios descrito pelo MAPA DA VIOLÊNCIA (2014), cerca de 81% dos casos se concentram noAmazonas e Mato Grosso do Sul, com destaque à cidade de São Gabriel da Cachoeira-AM, também conhecida com a cidade mais indígena do Brasil e a cidade dos enforcados. A mesma lidera o ranking de suícidos no país ao apresentar média de 50 casos por 100 mil habitantes, taxa dez vezes superior à média nacional.

Em suas considerações, o autor do estudo aponta que o crescimento do suicídio não parece ter a repercussão à altura dos fatos e menos ainda,discussão merecida.

Desse modo, precisamos entender o que está acontecendo com o indígena e seu mundo, humanizar nosso olhar e discutir o assunto como grave problema de saúde pública.

 

 

Em anexo, o Mapa da Violência com o dados referidos neste Post e a seguir, um relato da situação do ponto de vista indígena.

 

http://www.mapadaviolencia.org.br/mapa2014_jovens.php

http://www.mapadaviolencia.org.br/pdf2014/Mapa2014_JovensBrasil.pdf

http://radioyande.com/default.php?pagina=blog.php&site_id=975&pagina_id=21862&tipo=post&post_id=630