Humanizar e refletir sobre Ambiência

9votos

A Política Nacional de Humanização traz a valorização da ambiência como uma de suas diretrizes, propondo ambientes de trabalho saudáveis e acolhedores. No município de Arapiraca -AL , através da realização de rodas de conversa, o tema foi discutido com profissionais da recepção da Central de Abastecimento Farmacêutica – CAF. Inicialmente foi dada uma breve explicação às participantes, sobre o que é uma roda de conversa e como pode ocorrer. Após a explicação, dando início aos trabalhos, vários pontos foram levantados durante as rodas, entre eles: a conformação estrutural e física do ambiente de trabalho, bem como relações de conflito geradas no ambiente de trabalho e percepção individual sobre fortalezas e fraquezas no trabalho desenvolvido neste setor. As participantes, à princípio ficaram um pouco temerosas e comedidas, mas à medida que a conversa fluiu, todas participaram ativamente, colocando ponto de vistas pessoais e entrelaçando reflexões sobre melhorias que acham pertinentes de serem pleiteadas para elevar a qualidade do serviço. A estrutura física necessita de reformas, e isso foi relatado como incômodo pelas trabalhadoras, uma vez que as mesmas demonstram a importância do ambiente de convivência. O atendimento aos usuários também foi um dos pontos discutidos, e ficou muito evidente a importância de ‘ser bem acolhido, para poder acolher bem’. Apesar de grandes desafios a serem enfrentados, essas trabalhadoras deixam o registro de que gostam muito dos trabalhos que desempenham, e após a execução da ‘escuta’ do relato de cada colega, conseguiram ‘se preceber um pouco no lugar do outro’. Foram realizadas duas rodas já, uma no mês de Maio e a última agora, em Julho, as participantes relataram bem estar em serem ouvidas e em ouvir suas colegas, bem como sugeriram a continuidade de realização das Rodas de Conversa dentro da CAF.

Trabalho realizado na disciplina Humanização da Saúde, do Mestrado Profissional de Ensino na Saúde, da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Alagoas (MPES-FAMED-UFAL).

Ana Renata Lima Leandro – Farmacêutica – Prefeitura Municipal de Arapiraca – Central de Abastecimento Farmacêutico – Aluna especial do Mestrado Profissional de Ensino na Saúde (MPES – FAMED- UFAL).

Sérgio Seiji Aragaki (coord.) – MPES-FAMED-UFAL

Cristina Camelo de Azevedo (coord.) – MPES-FAMED-UFAL