Núcleo Estadual de Humanização da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas/SUSAM

5votos

O movimento da Política Nacional de Humanização – PNH no SUS Amazonas teve início em 2005, a partir do Curso de Formação de Apoiadores para a PNH, coordenado pelo Ministério da Saúde. Como resultado dessa formação e com o objetivo de difundir a Política no estado, em 2009 foi realizado a primeira Formação de Apoiadores Institucionais para atuar em nível de estado, tendo como produto a criação informal do Coletivo Ampliado de Humanização, composto por 23 trabalhadores das esferas estadual e municipal.

Destaca-se que nesse período foi institído um grupo de trabalho responsável pela elaboração do Plano de Humanização para o SUS Amazonas, propondo, dentre outras ações, a instituição do Núcleo de Humanização no âmbito da Secretaria de Estado de Saúde – SUSAM, no sentido de fortalecer o trabalho do Coletivo.

Em virtude do aumento da solicitação de apoio para os serviços, sentiu-se a necessidade de ampliar o Coletivo e, em 2011 foi realizado o segundo curso, com apoio do Ministério da Saúde, com o objetivo de formar Apoiadores Institucionais com potencialidade para intervir e produzir mudanças nos modelos de atenção e gestão à saúde no Amazonas em consonância com a PNH.

No período de 2009 a 2016 o Coletivo de Humanização, ainda na sua informalidade, vivenciando a significativa redução de seus integrantes no decorrer dos anos, continuou a atender demandas pontuais com avanços significativos, não obstante as dificuldades para disponibilidade de seus membros em atuar como Apoiador Institucional.

Em julho de 2017 foi instituído o Núcleo Estadual de Humanização na SUSAM, como um espaço que irá possibilitar o diálogo entre atenção e gestão, com autonomia para efetivar o movimento de apoio à implementação de ações de humanização nos serviços de saúde, tendo a PNH como eixo norteador dessde processo.

Atualmente o Núcleo se encontra em processo de elaboração do Plano de Ação, aguardando para operacionalização do Projeto de Qualificação das Práticas de Cuidado a partir das portas de entrada do SUS, proposto pela Coordenação Geral da Política Nacional de Humanização – CGPNH/SAS/MS, além do apoio intensivo em algumas frentes de trabalho: Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas – FCECON, Pauta no Departamento de Saúde Coletiva e Internato Rural da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Amazonas – UFAM, Pronto Socorro da Criança Zona Sul, Instituto da Criança do Amazonas – ICAM.