A OPERACIONALIZAÇÃO DO PROJETO ACOLHESUS NO HOSPITAL GERAL DE PALMAS (HGP) NO ANO DE 2018

7votos

A operacionalização do projeto AcolheSUS tem ocorrido em etapas de acordo com o planejamento executivo do MS/SES/HGP. As atividades são realizadas com o apoio de referencias técnicas do MS. As referencias técnicas são Ailana e Danyelle como dupla de apoio para o Tocantins/HGP.

O plano de trabalho do Grupo Executivo Local (GEL) se propõe atualmente a desempenhar função de matriciamento e apoio aos coletivos, incluindo o colegiado do ambulatório que tem como referência equipe matricial de Humanização. O grupo também tem atuado no processo de organização da Unidade de produção/Colegiado do Pronto Socorro. Foi realizada discussão para reescrever o regimento e redefinição dos representantes do grupo para publicação da portaria.

Até maio de 2018 foram realizadas 03 oficinas, 04 reuniões e 03 videoconferências, para qualificar e avaliar o processo de execução, além de discutir e aprovar a proposta de mudança do projeto de piloto para extensivo. A alteração se deu devido à mudança de foco de trabalho elencado pelo grupo, apontando o ambulatório como foco de intervenção. Dessa forma, foi avaliado que a participação da regulação do estado para compor o GEE e do apoio técnico da coordenação geral de regulação e avaliação do MS, com a participação do técnico Rodrigo Wilson de Sousa, como atores estratégicos, diante deste cenário.

Foi realizada pelo MS/SES/HGP em abril de 2018, oficina avaliativa do projeto com foco no trabalho do ambulatório, com o objetivo de identificar a trajetória do usuário no HGP, elaborar o fluxograma analisador e identificar as causas raiz, por meio da aplicação de roteiro específico para o ambulatório. Foram priorizados pontos críticos e melhorias, como medida de qualificação do plano de trabalho de forma participativa pelo colegiado do Grupo Executivo Estadual (GEE) e GEL.

Em maio foi realizada oficina de qualificação das atividades do plano de trabalho. O grupo fez avaliação positiva sobre a implementação do projeto com importante participação da consultora da CGPNH, Danyelle Cavalcante, com melhor sistematização das ações desenvolvidas no ambulatório/HGP.

Os relatos da avaliação do grupo foram:  “o espírito de equipe do grupo tem reforçado as ações coletivas no ambulatório”, o ambulatório tem sido visto como um setor estratégico do HGP, pela gestão do próprio hospital e pela SES”, “ o processo de trabalho do ambulatório tem sido mais organizado”, “ tem promovido maior integração das equipes e  valorização da interdisciplinaridade”

Como produto já foi iniciada a implementação de algumas ações propostas no plano de trabalho.