ACOLHE SUS – Pará

8votos

O Estado do Pará, juntamente com os estados do Tocantins e da Paraíba, dentre os Estados que aderiram ao Projeto AcolheSUS para o biênio 2017-2018, foram selecionados para participar como Referência Nacional do Projeto AcolheSUS- Experiência Piloto, sendo que o Estado do Pará fará interface com a Saúde Mental.

Diante disso, foi realizada nos dias 3 e 4 de outubro de 2017 a Oficina Local do Projeto de Qualificação das Práticas de Cuidado a partir das Portas de Entrada do SUS – Projeto AcolheSUS/Experiência Piloto, em Belém/PA, na Escola de Governança Pública do Estado do Pará (EGPA).

Os objetivos da Oficina foram de apresentar o Projeto AcolheSUS – “Experiências Piloto”; validar o campo de atuação como Projeto Piloto; pactuar os compromissos entre CGPNH/SES/Unidade de Saúde para implementação do Projeto e instrumentalizar os representantes do Grupo Executivo Estadual e do Grupo Executivo Local,  para a qualificação das práticas de gestão e cuidado em Rede de Atenção à Saúde (RAS), por meio da implantação/implementação da Diretriz Acolhimento da Política Nacional de Humanização.

FOTO: José Pantoja /ASCOM SESPA

Como programado, durante a oficina, o Secretário de Estado de Saúde, Vitor Manuel Jesus Mateus, assinou o termo de formalização da parceria entre o Estado e a CGPNH, para pactuação das ações a serem realizadas no Projeto AcolheSUS – Experiência Piloto, posteriormente foi feita a exibição do curta metragem “Cersami: A clínica feita por muitos” como forma de difundir ações do SUS que dá Certo em um equipamento de Saúde Mental usando dispositivos e ferramentas da Política Nacional de Humanização. Na sequência foi realizada a apresentação das ações desenvolvidas no Projeto Percursos Formativos na Rede de Atenção Psicossocial, através do Centro de Atenção Psicossocial de Santo Antônio do Tauá/PA, uma experiência diferenciada de trabalho em saúde mental neste município.

FOTO: José Pantoja/ASCOM SESPA

No segundo dia da Oficina, realizou-se a visita guiada ao Campo de Atuação /CAPS Renascer; reunião para ajustes em relação aos participantes que compõem ambos os grupos de gestão do Projeto; apoiou-se a construção do Diagnóstico Situacional da unidade de saúde em rede com a identificação de suas potências e desafios; organizou-se os próximos passos mediante diagnóstico situacional, bem como indicação de agenda e cronograma dos próximos encontros.

O evento contou com a participação dos membros da Coordenação Estadual de Humanização (CEH/SESPA), Luiz Guilherme Martins (Coodenador), Márcia Roberta Cardoso, Dandara Brito e Greice Pinheiro; do Grupo Executivo Estadual (GEE) que é constituído com representantes da SESPA, Colegiado de Secretários Municipais de Saúde (COSEMS/PA), Conselho Estadual de Saúde do Estado do Pará (CES/PA) e Coletivo Ampliado de Humanização do Estado; do Grupo Executivo Local (GEL), que possui representantes do Centro de Atenção Psicossocial (Caps Renascer), CEH/SESPA e 1º Centro Regional de Saúde (1°CRS/SESPA); de técnicos da Coordenação Geral da Política Nacional de Humanização (CGPHN) do Ministério da Saúde, Élida Rodrigues e Vanessa Bastos e uma representante da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp)/Laser/Fiocruz), Patrícia Toledo.

FOTO: José Pantoja/ASCOM SESPA