Arte que produz saúde hoje em Gaspar SC!

7 votos

 

Arte que produz saúde hoje em Gaspar SC!
As bordadeiras encheram nosso dia de emoções retratadas, ou melhor bordadas nos trabalhos apresentados na exposição da Policlínica de Gaspar SC. Cada ponto, cada traço, cada construção nos fala de vida, de dor, mas também de cura e potência. Muito obrigada por compartilharem conosco sua arte e sua sensibilidade <3

 

A história se escreveu a partir da participação de minha tia Vera Lúcia Farias no grupo de bordadeiras para uma exposição chamada nas Linhas do Corpo coordenada pela Psicóloga e Arte terapeuta Susan Mariot.

Nesta exposição ela apresentou através de sua obra a dor de acompanhar sua irmã Tereza Campos, também minha tia, em uma trajetória de dor e sofrimento com o câncer.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ao prestigiar a primeira exposição, que aconteceu no Centro Cultural BRDE, em Florianópolis SC, fui tomada de tanta emoção e imediatamente esta vivência me conectou com a saúde no médio vale e o trabalho de humanização.

Assim cutuquei a Jeanne Santana, farmacêutica, que vinha realizando exposições de arte, pelo Projeto Arte e Cultura, produzidas pelos grupos de saúde, usuários e profissionais  de Gaspar SC na Policlínica, inspirada a partir da exposição fotográfica Imagens do SUS do fotógrafo Radilson Carlos Gomes, promovida pelo Comitê Regional de Humanização.

http://redehumanizasus.net/sus-em-fotos-em-gaspar-sc/

Bastou uma provocação para realizarem conexões e multiplicarem-se iniciativas e criatividade.

E agora as bordadeiras de Floripa, trouxeram seus trabalhos Nas linhas do Corpo para Gaspar e provocaram novos trabalhos, e incluindo uma visita a empresa Linhas Circulo, onde puderam vivenciar toda a produção de lãs e linhas, que tanto utilizam em seus trabalhos.

O encontro de abertura da exposição aconteceu hoje a tarde na Policlínica de Gaspar com a presença das autoras das obras em exposição, que contextualizaram sua produções e nos apontaram o quanto de emoção e saúde cada uma tem bordada. Além disso, Jeanne nos contou os detalhes desta articulação e as emoções de fazer acontecer todo este projeto, sem esquecer de seu grande parceiro nesta organização que é o Daniel, que com tanto carinho criou a disposição das obras desde seu transporte  até a exposição propriamente dita. Claro que nada seria possível sem o apoio do Secretário Municipal de Saúde Roberto Pereira que tem sido um incentivador do projeto e da humanização no município.

O evento contou também com a colaboração da equipe do NASF do município que também participa da exposição com obras bastante instigantes no sentido de reflexão sobre saúde e doença.

Foi um importante momento de fortalecimento dos valores do SUS que dá certo, da humanização, da arte e cultura aliadas à saúde e com certeza a tecitura de uma rede que vai além de fios e linhas, mas que conecta pessoas, valores e sentimentos.