CAPS X HOSPITAIS

6votos

  Os Hospitais psiquiátricos são locais para onde as pessoas que sofrem de transtornos mentais são levadas e internadas para fazer tratamentos que os impõem, causando assim o isolamento dessas pessoas e o aumento do sofrimento. Nesses hospitais visam-se a cura da doença por meios medicamentosos e não se preocupam no cuidado integral das pessoas que sofrem com transtornos. A internação permanente das pessoas nos hospitais tira sua liberdade, o convívio com seus familiares, amigos e com a comunidade, deixando as excluídas da sociedade. Portanto esse tipo tratamento é desumano e não deve ser aceito como um local para o ser humano permanecer internado como se não existisse outras alternativas.

   O Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) é um local de referência que dispõe de tratamentos e cuidados integrais para as pessoas que sofrem de transtornos mentais e para seus familiares buscar apoio, serem cuidados adequadamente e com respeito. O CAPS junto com outros serviços que fazem parte da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), desenvolvem estratégias para o tratamento das pessoas que sofrem com transtornos mentais, trabalhando em conjunto envolvendo o indivíduo, a família, a comunidade, a escola, a rede social e os serviços de saúde. Por isso os CAPS são de extrema importância para o indivíduo e sua família pois através deste serviço será possível um tratamento individualizado, estratégico e humanizado, além de proporcionar outros serviços como justiça, assistência social, educação, trabalho, lazer, cultura que todos têm direito e que devem usufruí-los.

   Por mais difícil que seja a luta por serviços de saúde integral e humanizado, entre outros direitos a serem adquiridos, é muito importante que a luta continue por uma sociedade onde as pessoas possam ser tratadas como seres humanos, com respeito, com dignidade e com seus direitos garantidos independente de suas diferenças e de suas limitações. Que possamos viver de uma forma mais justa, com dignidade, que sejamos livres, “sem manicômios”.