Construção coletiva de diretrizes e estratégias Estaduais para atenção a Saúde Integral de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBTT)

7votos

Com o intuito de construção coletiva de diretrizes e estratégias Estaduais para atenção a Saúde Integral de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBTT), realizamos dia 11 04 2018 no auditório do LACEN em Florianópolis SC, uma oficina para apontar as necessidades e especificidades desta população para o reconhecimento e atenção às demandas – em conformidade aos postulados de equidade previstos na Constituição Federal e na Carta dos Usuários do Sistema Único de Saúde.

Iniciamos com a presentaçõa da Experiência já em aplicação do Hospital Hans Dietter Schimdt de Joinville elaborado por Vanessa Waltrick e Elizandra Almeida Bastos e apresentado pela Assistente Social Vanessa Waltrick.

 

Em seguida tivemos a fala de Guilhermina Cunha Ayres do conselho municipal de direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT), que participou da elaboração da Política Nacional hoje em vigor na área da saúde.

Em seguida tivemos também as falas do psicólogo policial Antônio Carlos Britto  que atua na Coordenadoria das  DELEGACIA DE PROTEÇÃO À CRIANÇA, AO ADOLESCENTE, À MULHER E AO IDOSO  e agora também atuará no acolhimento das pessoas LGBTT.

E ainda de Leonardo do Grupo de Apoio à Prevenção da Aids (GAPA) de Florianópolis abordando a importancia deste olhar de saúde não só reduzindo o preconceito, quanto garantindo inclusão e atenção integral.

Debatemos longamente sobre as diversas formas de preconceito que podem surgir durante a atenção a saúde desta população e como fazer para minimizar estes problemas nas instituiçoes de saúde.

A Coordenadora da PNH em SC Ledronete Silvestre e Grasiela Garrett da Silva apresentaram a Minuta da Portaria elaborada conjuntamente com o Comitê de Direitos Humanos do Estado que está em apreciação pela Secretaria Estadual de Saúde que devrá ser sancionada em breve, garantido os direitos de uso do nome social e de escolha de acomodações para a população LGBTT nas instituições próprias da SES SC

Mais tarde o grupo colaborou bom a construção de propostas para a efetivação desta proposta investindo principalmente em Educação Permanente favorecendo a implementação destas açoes junto aos servidores estaduais.