CONSTRUÇÃO DA REDE DE CUIDADOS E EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE MENTAL NA PARCERIA ACADEMIA-SERVIÇO.

13 votos

                          O trabalho dos profissionais da Estratégia Saúde da Família (ESF) em Saúde Mental, nos Municípios de Presidente Prudente e Álvares Machado ainda é muito técnico, reproduzindo práticas hegemônicas e centradas nas doenças físicas e na cura de sintomas. Dessa maneira, de acordo com as opiniões dos Profissionais Médicos que atuam nas ESFs, é pouco reflexivo e pouco permeável a outras lógicas.  Estimulados pela Equipe de Educação Permanente da Faculdade de Medicina da Universidade do Oeste Paulista (FAMEPP/UNOESTE), os Facilitadores do Programa de Aproximação Progressiva à Prática (PAPP), se reuniram no Bloco H, Campus 1 da UNOESTE, para conversar sobre a Organização da Rede de Cuidados em Saúde Mental a partir da Atenção Básica.  A Roda de Conversa, coordenada pela Psiquiatra Dra Celeste Corral, retomou as noções de Integralidade como Princípio do SUS. O encontro resgatou que os Agentes Comunitários de Saúde se constituem como um elo da Equipe de Saúde com a comunidade. Esses trabalhadores da Saúde conhecem a realidade dos usuários do SUS, convivem com as pessoas com sofrimento psíquico e são muito abertos ao trabalho em equipe. As Reuniões de Educação Permanente com os ACSs, nas ESFs, organizadas pelos Facilitadores da FAMEPP/UNOESTE, valorizam a visita domiciliar e a escuta como ferramentas de promoção à saúde. Dessa maneira, os ACSs que integram as Equipes Interprofissionais, correspondem, nesses dois municípios à materialização dos princípios do SUS, de Equidade, Universalidade e Integralidade. Existe uma aliança construída entre os Futuros Profissionais de Saúde, Acadêmicos do Curso Médico da UNOESTE, os ACSs e equipes das ESFs. Os estudantes são inseridos como membros das Equipes Interprofissionais desde o início do Curso. Essa aliança enriquece a proposta de construir linhas integrais de cuidado à Saúde Mental e permite novos olhares, na construção de uma Clínica Ampliada, a partir da realidade local.

                               As comunidades adscritas aos territórios das 7 ESFs nas quais o PAPP/FAMEPP/UNOESTE está inserido, podem ser caracterizadas pela vulnerabilidade social, pela drogadição, sobretudo entre adolescentes, muitos dos quais se envolvem no tráfico, associada à falta de geração de emprego e renda. O Poder Público criou praças e áreas de lazer, que nem sempre são ocupadas para as ações a que se destinam. O Saneamento básico existe nos territórios das ESFs e as ruas são asfaltadas, em sua maioria. O acesso às Comunidades locais é feito por meio de transporte coletivo alternativo, com linhas de ônibus passando pelos bairros e se estende pela noite. No território das 7 ESFs não existem outros dispositivos de suporte aos usuários do SUS, elementos que alicerçam a garantia de uma rede assistencial substitutiva e extra-asilar em relação à Saúde Mental. Os grupos de apoio são incipientes, Grupos de qualidade de vida estão “em gestação”, grupos de práticas artesanais ou esportivas estão sendo estimulados pelos Facilitadores da UNOESTE. Os Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) existem em todos os territórios adscritos às ESFs, mas funcionam de maneira desvinculada das Unidades de Saúde. A Intersetorialidade está sendo estimulada pelos Facilitadores da UNOESTE. A articulação com associações, igrejas, coletivos, escolas, entre outros equipamentos sociais, para promoção de práticas de saúde integrativas também vêm sendo sugeridas nas Reuniões de Equipe e nas Reuniões com a Comunidade, nas quais os estudantes têm participação ativa. Existe a premente necessidade de discutir e potencializar as questões ligadas aos determinantes sociais da saúde dessa comunidade.

Referências:
Produção do cuidado em Saúde Mental:
desafios para além dos muros institucionais. Disponível em:
https://www.google.com/url?sa= t&source=web&rct=j&url=http:// www.scielo.br/pdf/icse/ 2016nahead/1807-5762-icse- 1807-576220160139.pdf&ved= 2ahUKEwiv1N6Wl9HdAhXClZAKHU_ qCsgQFjACegQICBAB&usg= AOvVaw05GLNfnAk1sfwtjb6NwxBT
Consulta em 21 09 2018 às 11h 38min.