Curso de Especialização em Psicopatologia e Saúde Pública da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo – 2018

7votos

A psicopatologia no âmbito da saúde pública pode e deve ser pensada a partir de parâmetros mais afeitos aos princípios, dispositivos e diretrizes do movimento de humanização da saúde. Lançar mão dos manuais como DSM e CID, como balizadores de uma clínica objetivista, pode tornar a clínica estéril e desumanizadora do caráter de relação que constitui o cuidado em saúde. Assim, hoje corremos o risco de despolitizar totalmente as determinações do sofrimento psíquico, descartando abordagens psicodinâmicas onde o laço é o lastro dos processos diagnósticos.

Esta é uma parte do horizonte adotado no curso de especialização e no livro Invenções Democráticas, onde se aborda mais aprofundadamente a junção de vários movimentos para a potencialização de um outro mundo possível.

Corpo docente:

Mais informações e inscrições pelo site:

www.fcmsantacasasp.edu.br