Encontro ‘Arte, cultura, saúde e território’ reúne coletivos, agentes e instituições das regiões de Santa Cecília, Luz e Bom Retiro (São Paulo)

11votos

A Funarte SP recebe, no dia 29 de setembro, sexta, das 14h às 18h, o encontro Arte, cultura, saúde e território, com curadoria da artista visual e pesquisadora Lilian Amaral e da psicóloga sanitarista e psicanalista Cris Lopes. No evento, haverá mesa-redonda, exibição de documentários e um percurso pelas imediações do complexo cultural.

A proposta é reunir coletivos, agentes e instituições, presentes nas regiões de Santa Cecília, Luz e Bom Retiro, que promovam diálogos no campo da cultura e dos direitos humanos. O encontro também tem o objetivo de compor um panorama de relações que possam ser estimuladas e potencializadas a partir de práticas artísticas, culturais e educativas ligadas aos campos da saúde, da memória social e da cultura. Essa troca de ideias e conhecimentos pode resultar em circuitos e programações culturais convergentes e sinérgicas.

O território em que o Complexo Cultural Funarte SP está instalado apresenta problemas sociais, como pessoas em situação de rua e uso de drogas, e também é um importante polo cultural da cidade, com forte presença de teatros, ateliês, galerias e coletivos artísticos. Por isso, as curadoras Lilian Amaral e Cris Lopes acreditam que os equipamentos da região podem funcionar como “acupuntura social”, “promovendo saúde na esfera pública” por meio da arte e de formas de intervenção, invenção e transformação da cultura urbana.

O encontro faz parte de uma série de atividades que se deslocam pelo território. Em 2016, foram realizados seminários no Museu de Saúde Pública Emílio Ribas, que integravam a mostra Mais que Humanos. Arte no Juquery. A proposta de ação educativa envolveu, ainda, outros projetos, como Toque, exposição processual e colaborativa de Hélio Schonmann, e Vidas em obras, desenvolvido pelo coletivo Casadalapa, em 2015 e 2016.

Arte, cultura, saúde e território também dialoga com o Projeto Burgos, em exposição nas Galerias Mario Schenberg e Flávio de Carvalho e no Centro de Convivência Waly Salomão, do Complexo Cultural Funarte SP. A mostra, idealizada por Duílio Ferronato e Eduardo Besen, discute a vida em uma cidade como São Paulo, mostrando como os conflitos urbanos se manifestam no campo da arte.

Complexo Cultural Funarte SP
(Alameda Nothmann, 1058, Campos Elíseo)

Encontro: Arte, cultura, saúde e território
Dia 29 de setembro. Sexta, das 14h às 18h.
Entrada franca

Mais informações:
(11) 3662-5177
funartesp@gmail.com