Equipe do Programa de Aproximação Progressiva à Prática (PAPP/UNOESTE) se reúne para discutir as Atitudes como um processo de construção da identidade profissional do futuro médico

9votos

Os facilitadores do primeiro ao quinto termos do PAPP/UNOESTE (Programa de Aproximação Progressiva à Prática da Universidade do Oeste Paulista) se reuniram no segundo semestre de 2017 para uma Roda de Conversa relacionada à importância da formação e da avaliação de atitudes no cuidado com o estudante do Curso Médico como futuro profissional. As atitudes foram consideradas pelo grupo como constructos hipotéticos, importantes para a compreensão do comportamento humano. Elas predizem reações diante de objetos e situações. Os professores refletiram sobre a importância do facilitador como modelo, influenciando ações acadêmicas na graduação médica em relação às atitudes dos estudantes e também de que maneira o docente poderia contribuir para aperfeiçoar a formação dos futuros profissionais de saúde.
Entenderam que a formação em Medicina se dá por meio da triangulação entre conhecimentos, habilidades e atitudes, concretizada nos espaços de ensino, pesquisa e extensão da FAMEPP/UNOESTE (Faculdade de Medicina de Presidente Prudente, pertencente à Universidade do Oeste Paulista).
O grupo concluiu que o reconhecimento das fragilidades do estudante na graduação e a predisposição para melhorá-las, contribui para oferecer um modelo de profissional capaz de integrar habilidades técnicas e interpessoais, necessárias à identificação das Necessidades de Saúde dos usuários do SUS.
As atitudes puderam ser entendidas como uma dimensão afetiva e subjetiva do aprendizado no Curso Médico, com função auto reguladora do sistema e como alicerces básicos do ensino e da formação profissional.

Referências:

Matriz de Competências Essenciais para a Formação e Avaliação de Desempenho de Estudantes de Medicina. Disponível em:

http://www.scielo.br/pdf/rbem/v37n4/a08v37n4.pdf

Consulta em 30 11 2017, às 17 h 28 min.