Estudantes do Curso Médico da UNOESTE aplicam a Política Pública de Atenção Integral à Saúde da Criança em uma Creche localizada no território da ESF, em Álvares Machado, SP.

7votos

Pais de crianças de 6 meses a 4 anos de idade que estudam na Creche “Recanto do Amanhecer”, no Bairro Pinheiros em Álvares Machado, participaram de uma “Roda de Conversa” com o tema “Orientação de Pais para Educação Infantil”. A ação foi conduzida pelos estudantes do Curso de Medicina da UNOESTE. O evento fez parte da programação da Semana da Criança, da Parceria Academia-Serviço (UNOESTE/ Secretaria Municipal de Saúde de Álvares Machado) e teve início no mês de outubro de 2017.

O objetivo da “Roda de Conversa” foi orientar e informar os pais, por meio de reflexão, sobre o seu papel na educação dos filhos e da troca de experiências entre eles. Os estudantes destacaram a “A importância da ampliação do olhar para a Saúde da Criança e o desenvolvimento infantil, no cuidado com os acompanhamentos da vacinação, hábitos de higiene e alimentação dos pequenos usuários do SUS.” Inicialmente as ações se iniciaram com as crianças, por meio de atividades lúdicas, sendo estendidas aos pais e/ou responsáveis. Os participantes foram estimulados a criação de ambientes saudáveis, relacionados a hábitos de higiene, alimentar e recreativos, no espaço doméstico, conforme previsto na Política Pública de Promoção à Saúde e na Lei 8080/90.

Embora o objetivo da ação fosse de orientação as crianças e pais, os estudantes do Curso de Medicina executaram atividades de Educação em Saúde, com ações na comunidade, articulando ações de Atenção Integral à Saúde da Criança na atenção básica.

A ação envolveu 40 estudantes do primeiro ao terceiro termo, com estímulo dos tutores do PAPP que acompanharam o planejamento e execução das atividades.

A escolha da Rede Pública de Ensino para o desenvolvimento da atividade de Criação de Ambientes Saudáveis esteve alicerçada na Intersetorialidade. O ambiente escolar foi entendido como um espaço de relações, privilegiado para o desenvolvimento da aprendizagem, contribuindo na construção de valores pessoais e na produção social da saúde.

A atividade foi estruturada em etapas:

1. “Identificação das necessidades locais (realizada após uma ação de sensibilização e aproximação dos estudantes junto à comunidade de escolares).

2. “Identificação do objetivo” Ações que correspondessem às mudanças e orientações que os futuros Profissionais de Saúde se propuseram a promover.

3. “Planejamento, seleção e organização das atividades (contemplando as dimensões de ações promotoras da saúde);

4. Ação avaliativa do projeto, de modo a perceber o envolvimento dos estudantes do Curso Médico e sua participação na comunidade; em que medida as ações alcançaram objetivo de estreitar o relacionamento intra e interpessoal na creche (dimensão psicossocial);

Os participantes consideraram como positiva a Ação de Promoção à Saúde no território da ESF.

 

Referências:

Política Pública de Atenção Integral à Saúde da Criança. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2015/prt1130_05_08_2015.html

Consulta em 10 11 2017 às 17 h 02 min.

Política Nacional de Promoção à Saúde. Disponível em :

 

https://www.google.com.br/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/pnps_revisao_portaria_687.pdf&ved=0ahUKEwj1jO_a2LTXAhXDiZAKHcFJAPwQFggeMAE&usg=AOvVaw0smUFdkgt6yjKJTfaDY-qx

Consulta em 10 11 2017 às 17h 05 min.

foto