FOI DADA A LARGADA DA TERCEIRA TEMPORADA DO EDPOPSUS CEARÁ

5votos

FOI DADA A LARGADA DA TERCEIRA TEMPORADA DO EDPOPSUS-CE

Elias José

Sobre o EdPopSus no Ceará
O que tenho pra dizer
Em síntese vou lhes falar
Acabou de acontecer
Na Universidade Estadual do Ceará
Algo lindo de se ver
Foi dada a largada da terceira temporada
do Curso de Aperfeiçoamento em Educação Popular!
Educadores e educandos
Dos diversos municípios
Presentes e participantes
Pense num ato potente!
Pense num momento marcante!
Foi muito mais que bonito!
O auditório abarrotado
Arte e cultura de gente
Gente da arte e cultura
Gestores e articuladores
Representações consequentes…

Os saberes e os sabores
Do universo Cariri
Logo se disse presente
O cambão veio lotado
Pense num povo invocado
E pra lá de articulado!!
Safra do pequi e tantas outros artigos da terra

Simbolizaram as culturas, os víveres e os viventes
Desta turma animada, amorosa e convergente!

Do Quixadá o que eu posso dizer
Não é nada diferente
A turma é arretada
Uma moçada decente
Musical e integrada
À cultura de sua gente!
Tem um açude de mel
No cedro do amor desta moçada…

E pertinho de Quixadá
Lá mesmo no Sertão Central
A turma de Banabuiú
Chegou chegando em alto astral
Com seu jeito singular!
Conjugando o verbo “NÓS”

No “eu e tu” no brejo das borboletas

Do verbo “banabuiar”…

Baturité trouxe o selo do café
Trouxe beleza e sorriso
E disse: não seja por isso!
Olha nós aqui com força e fé!
Nós somos é do Massiço!
Nós somos Baturité!

Pacatuba e Guaiúba
Quase que se imendaram na rima
É pertinente a mistura
Que a própria geografia determina
Educandos e educadores
Podem juntar muitos valores
Serra abaixo
Serra acima…

Caucaia de luta e vasto chão
A turma ama mesmo na guerra
Sua arma é o violão
Tem movimento sem terra
Tem tapeba e tem canção…
Planeta de gente e terra
Litoral serra e sertão!

São Gonçalo do Amarante
Num só instante vou contar
E se cantar for importante
Tão importante quanto dançar
A turma canta e dança
Do Pecém ao Croatá
E dança na ponta do pé
Do Serrote a Umarituba
Da Taíba ao Siupé
Do Cágado até à sede
Até miolo de pote vira mote para a dança e o canto, como água que se bebe…

A turma de Icapuí
Trouxe as ondas do mar
Feito um coco de praia
Com o vento a balançar
E no balanço do coco
Trouxe o linguajar caboco
De um pescador
De um gestor e de um doutor do lugar…
Redondamente falando
A Barreira facilita
A Ponta é Grossa mas estica
Até Requenguela é lírica nesta ponta do nosso Ceará…

… E se encontrou com Aracati
Na levada daquele famoso vento
E a canoa não quebrou
Apesar dos solavancos e movimentos
Pense numa turma ativa
Que com arte nos cativa
E cultiva sentimento!
Cada casa é uma história
Majorlandia faz a orla e não espera acontecer…

Beberibe e sua turma
Participante e presente
Alegria tão cuidante
Como os índios na oca
Na rota do Sol nascente
Tem beiju, tem tapioca
Tem cuidado que se faz
Na paz que o amor convoca…

E a turma de Fortaleza
Este mundão de gente de todo lugar?
A capital e o estado
O profano e o sagrado
Nas múltiplas formas da arte e da cultura popular!
Fortaleza do cordel que se faz universal
O universo é o Nordeste
E o Sertão celestial
Desafios e oportunidades
Ameaças e fragilidades
Potências e efervescências com muita integralidade
Na amorosidade de sua gente
Mesmo como em todo canto
A estrutura desigual
Todas as culturas presentes
Multimistura das gentes
Neste urbano litoral!

EdPopSusCe não é só prosa e versos
Tem contexto e tem processo
Tem história que aflora
Neste intenso movimento
Da Educação Popular
Tem sujeitos que fazem a hora
No concreto chão e dimensões
Das vivências e práticas
Da arte e cultura de educar!
Este itinerário de prosa
Foi uma forma carinhosa
De a todos e todas abraçar!
Neste início de jornada
Nesta terceira fornada
Do EdPopSus Ceará!