Gestão Colegiada norteando as ações do Programa de Aproximação Progressiva à Prática (PAPP) na UNOESTE

7 votos

Os organogramas, nos novos modelos de gerência, surgem com grande simplicidade, a fim de organizar de maneira mais direta os processos  de trabalho em saúde. Entendemos que a simples horizontalização do organograma ou a diminuição da hierarquização não superam, sozinhas, as relações de poder, dominação e controle. A gestão colegiada ou compartilhada sugere a descentralização da organização, por meio da implantação de unidades funcionais autônomas, menos hierarquizadas e com maior poder de decisão, com link no ápice da estrutura por coordenações. O PAPP (Programa de Aproximação Progressiva da Universidade do Oeste Paulista, UNOESTE) se organiza desta maneira. Cada termo tem uma Coordenadora, que se fixa em uma área adscrita de uma Estratégia Saúde da Família, nos municípios de Presidente Prudente e Álvares Machado. Essas unidades funcionais são desenhadas com base em equipes, com responsabilidade compartilhada e equilíbrio de poder dinâmico, construído no próprio processo decisório. Os setores descentralizados se organizam em módulos e são independentes, embora apresentem uma interdependência, que é garantida por um mínimo de valores absolutamente compartilhados e por um sistema de comunicação intensivo e eficiente. As propostas atualizadas surgem a partir dos integrantes e da coordenação do PAPP, com a intenção de descentralizar o poder e da autoridade, visando a construção de estratégias compartilhadas e resolução de problemas, com sistemas de informação mais simples e diretos.

A felicidade é uma palavra que sempre aparece na avaliação dos nossos trabalhos, ao término de cada Reunião de Gestão no PAPP/UNOESTE.

Referências:

Para entender a gestão do SUS. Disponível em:

https://www.google.com.br/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/para_entender_gestao.pdf&ved=0ahUKEwjdxtD5xOPXAhUCk5AKHewJDVYQFggiMAE&usg=AOvVaw2BZyAIGSiYw7nW25_vCy_o

Pesquisa em 29 11 2017. Às 8h 10min.

Responsável pelo texto: Dr. Alex Wander Nenartavis