Gestão Participativa no PAPP/UNOESTE. Formando Facilitadores Acolhedores

19 votos

A Política Nacional de Humanização (PNH) na Atenção e Gestão do SUS estimula a indissociabilidade entre os modos de produzir saúde e os modos de gerir os processos de trabalho, entre atenção e gestão, entre clínica e política, entre produção de saúde e produção de subjetividade.

Os Coordenadores do Programa de Aproximação Progressiva à Prática (PAPP) da Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) procuram organizar as Visitas Técnicas, realizadas com frequência mensal, em sete Estratégias Saúde da Família (ESFs) nos municípios de Presidente Prudente e Álvares Machado, de maneira a colocar em prática o Princípio da Transversalidade da PNH.

Os encontros entre os Coordenadores e os Facilitadores do PAPP têm por objetivo provocar inovações nas práticas gerenciais com repercussões nas práticas de produção de saúde. Os coordenadores buscam propor para os trabalhadores das sete Equipes de ESFs, individualmente, implicados nas práticas, que se desafiem, afim de superar limites e experimentar novas formas de  organização dos serviços. Novos modos de produção e circulação de poder são sugeridos. Um exemplo dessa superação foi aquele de colocar

Organizadores Diferentes para cada Reunião de Equipe Semanal, na ESF. Operando com o princípio da transversalidade, os Coordenadores do PAPP pretendem colocar a Política Nacional de Humanização como norteadora dos Processos de Trabalho em Saúde, nos locais nos quais a parceria Academia-Serviço (UNOESTE/Secretarias Municipais de Saúde) esteja presente.

O HumanizaSUS lança mão de ferramentas e dispositivos para  consolidar redes, vínculos e a corresponsabilização entre usuários, trabalhadores e gestores. Dessa maneiras, os Facilitadores do PAPP são estimulados pela Coordenação, a direcionar estratégias e métodos de articulação de ações, saberes e sujeitos, para que efetivamente possam potencializar a garantia de atenção  integral, resolutiva e humanizada à população que reside nos territórios adscritos às ESFs de Prudente e Machado.

No final de cada Visita Técnica os participantes avaliam a participação de todos e podem expor as fragilidades e fortalezas do encontro de subjetividades.

Referências:

HumanizaSUS, Gestão Participativa e Cogestão. Disponível em: https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/humanizasus_gestao_participatica_cogestao_2ed.pdf&ved=2ahUKEwj3tIykiYLhAhVoHrkGHTSYAhoQFjAJegQIAxAB&usg=AOvVaw0KKnqlK7Dp6TdaUkz43Q8Y. Consulta em 14 03 2019 às 14h 17min.