O AcolheSUS realiza a 4º Oficina Local no Pará

13votos

Nos dias 06 e 07 de março de 2018 ocorreu a 4º Oficina Local do AcolheSUS no Pará

As diretrizes da Política Nacional de Humanização fez a roda girar mais uma vez e nos colocou analistas das engrenagens da rede de saúde que movimentamos enquanto trabalhadores e gestores. A conversa girou em torno dos dispositivos e arranjos que oportunizam a integralidade das práticas de saúde voltadas aos usuários do CAPS Renascer.

Ficou muito explícito nesse encontro que o olhar para a integralidade do cuidado só é possível quando partimos do itinerário terapêutico dos usuários, pois seus percursos na rede de saúde nos coloca diante dos limites e desafios atuais da Saúde Mental e é nesse tecer a rede de atenção psicossocial que construímos os sentidos das nossas práticas: clínica, social e política.

Assim nosso plano de trabalho ganhou consistência e realidade, uma vez que aproximamos ainda mais, nessa oficina, o que pensamos e o que planejamos para executar em determinado tempo. Nessa perspectiva, o monitoramento e avaliação da nossas práticas de cuidado se torna mais um termômetro da nossa vontade de mudar a realidade do que uma atividade meramente técnica de organização de processo de trabalho e, ainda, dá visibilidade à implicação de cada profissional, gestor e usuário em fazer acontecer o SUS que acreditamos.