O processo de trabalho em saúde e os desafios de capacitar servidores a partir de suas dúvidas.

8 votos

O trabalho em Saúde tem características específicas de prestação de serviços. Por esse motivo detém de aspectos  que resultam de sua dimensão intelectual (saberes e autonomia dos
seus agentes). Existem particularidades do objeto de trabalho e elas são demandadas pelos usuários do SUS, e são interpretadas pelos agentes.

Existe uma Parceria entre Academia (Curso Médico da Universidade do Oeste Paulista) e Serviço ( Secretaria Municipal de Saúde dos Municípios de Álvares Machado e Presidente Prudente). Essa colaboração tem produzido bons resultados para a comunidade.
A partir das Necessidades de Educação em Saúde, detectadas pelos Acadêmicos Médicos nas reuniões de equipe da ESF, com orientação dos Facilitadores, são montadas Rodas de Conversa, com Trabalhadores da Rede Municipal Saúde nas duas cidades.
Estudantes medicos foram inseridos em 08 ESFs nos dois municípios, considerando-se os princípios de universalidade, humanização, equidade, participação popular, hierarquização e regionalização. O paradigma da integralidade encontrou, na rede básica de saúde, um cenário privilegiado de ensino-aprendizagem para os futuros profissionais médicos.

Uma das Capacitações, solicitadas pelos trabalhadores, a partir da aplicação da Política Pública da Educação Permanente, na ESF Maria Maia, em Álvares Machado, foi a de Primeiros Socorros e Desengasgo.

A integração ensino-serviço ocorre quando existe o trabalho coletivo, pactuado e integrado entre estudantes e professores dos cursos de formação na área da saúde, com trabalhadores que integram as equipes dos serviços de saúde. Estão incluídos os gestores, para garantir a qualidade de atenção à saúde individual e coletiva, formação profissional e desenvolvimento/satisfação dos trabalhadores dos serviços.
Existem algumas limitações para uma melhor integração entre a universidade e os serviços, principalmente porque nessas organizações  a universidade, de um lado, e os serviços de saúde, de outro são desenvolvidos processos de trabalho de diferentes maneiras, a universidade se volta para a produção do conhecimento, ‘o saber’, enquanto que os serviços estão mais voltados para a produção da assistência em saúde, o fazer.                       A Manobra de Heimlich foi considerada pelos acadêmicos médicos como o melhor método pré-hospitalar de desobstrução das vias aéreas superiores por corpo estranho. Essa manobra foi descrita pela primeira vez pelo médico Henry Heimlich em 1974 e induz uma tosse artificial, que deve expelir o objeto da traqueia da vítima. Resumidamente, os acadêmicos treinaram servidores fazendo a manobra e usando as mãos para fazer pressão sobre o final do músculo diafragma. Essa ação comprimirá os pulmões e fará pressão sobre qualquer objeto estranho e deixe a traqueia.
Os estudantes, supervisionados pelos Facilitadores, também realizaram manobras de desengasgo em bebês e reanimação cardiorrespiratória com ajuda de bonecos.
Os participantes consideraram como positiva a ação de Educação Permanente realizada por estudantes médicos, com servidores da ESF Maria Maia, no município de Álvares Machado, SP.

Referências:
Engasgo. Disponível em:
https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://bvsms.saude.gov.br/dicas-em-saude/2513-engasgo&ved=2ahUKEwi7pqbPk8DlAhUNHrkGHRhJDXMQFjATegQICBAB&usg=AOvVaw2YD0AqucMRoSvytSGMGP1D

O objeto de trabalho na Estratégia Saúde da Família. Disponível em:
https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://www.scielo.br/pdf/icse/v22n64/1807-5762-icse-1807576220160672.pdf&ved=2ahUKEwjbjqG4hsDlAhVxG7kGHbqACBYQFjAJegQIBBAB&usg=AOvVaw3VcU_hk0609cl0jVr3I7av