Resumo de artigo Saúde Coletiva

  A compreensão da saúde como um fenômeno coletivo acaba por ampliar o pensamento que se tem a respeito dela, considerando diversos fatores, como os socioeconômicos, factual/informativos e os históricos, além do biológico. Através do ponto de vista factual/informativo, pode-se considerar a Saúde Coletiva como o conjunto de informações ou fatos sobre a saúde ou […]

Humaniza Sus

Jéssica Vitório, graduada em Enfermagem e pós-graduanda em Urgência, Emergência e UTI. Atualmente trabalho na Gerência de Atenção Primária como Apoiadora Institucional da 4ª Região de Saúde. No meu ponto de vista, humanização é você tratar o seu semelhante como a si próprio, dar um tratamento para os outros como você gostaria de receber. Vai […]

O Piaui avança na implantação do Projeto AcolheSUS e realiza a sua 5ª Oficina no HEDA

Nos dias 20 e 21 de setembro, aconteceu a 5ª oficina do Projeto AcolheSUS no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde-HEDA, sediado no município de Parnaíba/PI, tendo como objetivo discutir e monitorar as ações do plano de intervenção que vem sendo implementado para a qualificação no cuidado no hospital, alinhadas com as diretrizes: acolhimento, ambiência e a cogestão. […]

Humanização em uma unidade neonatal

Olá pessoal, me chamo Giovana sou acadêmica do 4º semestre do curso de Psicologia da fisma- Faculdade Integrada de Santa Maria, este texto foi baseado na leitura do caderno do humanizasus- Humanização em perspectiva, com o foco na Humanização em uma unidade neonatal. A Política Nacional de Humanização (PNH) entende a humanização como a valorização […]

Resenha do Artigo – Humanização e Reforma Psiquiátrica: a Radicalização Ética em Defesa da Vida

Baseadas na Luta antimanicomial e partindo da criação da Política Nacional de Humanização (PNH) as autoras Ana Rita e Rosemeire trazem uma proposta elaborada do conceito de humanização em conjunto com a luta antimanicomial (2003), também chamada de HumanizaSUS, que foi criada para dar apoio ao SUS, restaurando e reforçando seus princípios, um sistema de […]

Diretriz Gestão Participativa e Grupo de Trabalho de Humanização

Conforme a leitura realizada na cartilha de Diretriz Gestão Participativa percebe-se que as organizações de saúde são complexas, porque nelas estão inseridos objetos complexos, como os riscos e as doenças; além disso, são compostas por uma diversidade de tecnologias e sujeitos que possuem autonomia para tomar decisões sobre os seus processos de trabalho, essas decisões […]

Entendendo as Cartilhas sobre “Gestão Participativa e Cogestão” e “Grupo de Trabalho de Humanização”

DIRETRIZ GESTÃO PARTICIPATIVA E COGESTÃO: Em conformidade com o que coloca a cartilha “Diretriz Gestão Participativa”, quando tratamos sobre gestão da saúde/do Sistema Único de Saúde, esta tem como princípio basilar, definido e garantido através da CF/88, a participação social que pode ser exercida em espaços estratégicos de participação, a exemplo dos Conselhos, Conferências de […]

A SAÚDE NOS PROGRAMAS DOS CANDIDATOS À PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA DO BRASIL EM 2018

Olá pessoal! Estava no Youtube assistindo um vídeo da Série SUS sobre as eleições 2018, ótimo vídeo por sinal, quando me deparei com um conteúdo excelente! Trata-se de uma material que analisa as proposições para a saúde contidas nos programas inscritos formalmente no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pelos partidos, coligações e candidatos à Presidência da República […]

Oficina de apoiadores da Política Nacional de humanização do Sus de Alagoas

Meu nome é Viviane Pereira sou pós-graduada em saúde pública pela Universidade Federal de Alagoas-Ufal , graduada em serviço social – UFAL.Iniciei minha trajetória no SUS aproximadamente 25 anos,como técnica de enfermagem instrumentadora cirúrgica no Hospital do Açúcar ,tive muitas oportunidades de crescimento profissional e cursos de humanização hospitalar ,Ética .Segui fortemente na linha da […]

Roda de conversa -Gap

No dia 30 de agosto as 9:30 foi realizada roda de  conversa com participantes da equipe da Gerência de Atenção Primária- GAP ,iniciamos com sensibilização para participação dos profissionais; importancia dos encontros; a forma  metodológica do trabalho em roda bem como a explanação da proposta de trabalho do curso. Percebemos de início, uma baixa adesão […]