Links interessantes

Alguns links interessantes para usuários da Rede HumanizaSUS:

ABRASCO: http://www.abrasco.org.br

CEBES: http://cebes.org.br

Dia Internacional da Mulher

Será que precisamos de um dia para ganhar rosas? Onde muitos nos desejam parabéns pelo seu dia mulher e nem sabem ao certo porque existe ! Concordo muito mais com o poeta: Canção do Dia de Sempre (Mário Quintana)Tão bom viver dia a dia…A vida assim, jamais cansa…Viver tão só de momentosComo estas nuvens no céu…E […]

O que está nos deixando doentes…

O Jornal do Conselho Regional de Medicina de São Paulo (CREMESP) deste mês publicou a tradução de um interessantíssimo artigo publicado em janeiro no New York Times: O que está nos deixando doentes é uma epidemia de diagnósticos. Escrito por pesquisadores-médicos norte-americanos em linguagem bem acessível, fala sobre a avassaladora medicalização da vida em curso […]

Lançamento do Fórum Estadual da Reforma Sanitária – SP

No próximo dia 7 de abril, às 19:00, no SindSaúde-SP (Rua Cardeal Arcoverde, 119 – Pinheiros – São Paulo), ocorrerá o Ato Público de Lançamento do Fórum Estadual da Reforma Sanitária de São Paulo. Estão confirmadas as presenças da Professora Amélia Cohn e do Professor Nelson Rodrigues dos Santos, que serão os debatedores. Durante o […]

Relatório da reunião sobre o papel dos consultores matriciais

No último encontro nacional da PNH, a primeira manhã (21/02) foi dedicada à "construção de um consenso possível acerca da função do apoio matricial em sua relação com os coletrivos territoriais e axiais".

links interessantes

Este é o link do Hospital Infantil Joana de Gusmão. Acho-o interessante porque conta um pouco dos trabalhos deste GTH que vêm desenvolvendo trabalhos muito significativos na área de humanização. Tem sido referência para outras instituições aqui de Santa Catarina. Vale a pena conferir…

Atuação em saúde: princípios, dispositivos e apoio institucional

O texto do Rubens Alves – colocado por Gustavo Cunha no seu blog – é um bom modo para analisar como a estética pode se colocar e nos "falar mais" sobre clínica ampliada e apontar como um comportamento moralizante contribui para o adoecimento.
E mais. Nos permitem a refletir sobre como pensamos/teorizamos e atuamos/praticamos a PNH.