Poder e Subjetividade em Debate: Hannah Arendt e Judith Butler em curso no Sesc – SP

6votos

               

Este curso pretende esquadrinhar os modos como Hannah Arendt e Judith Butler desenvolvem de forma peculiar e, em alguns pontos, complementar, um arcabouço teórico indispensável para a compreensão das relações na modernidade, ao pensarem a produção política de tecnologias para o controle dos corpos e da intimidade, a constituição dos sujeitos, os processos de subjetivação dos corpos, a dimensão pública das subjetividades, o Estado e os movimentos sociais.

Se para Hannah Arendt, a compreensão das estruturas de poder na sociedade ocidental moderna está profundamente atrelada a emergência de políticas de controle, Judith Butler, por sua vez, evidencia a partir do conceito de gênero, a importância de se repensar os modelos binários das relações sociais que foram estruturadas pela ideia de sexo biológico.

O conceito de gênero emerge assim como um instrumento para a produção de uma teoria da ação política. De modo geral, o curso pretende oferecer a partir deste referencial bibliográfico, instrumentos analíticos para a apreensão dos fenômenos políticos atuais.

 

Cronograma:

Aula 01 – ATIVIDADES DA VIDA ATIVA: ESFERA PÚBLICA, PRIVADA E SOCIAL
ARENDT, Hannah. Trabalho, obra e ação. Tradução de Adriano Correia e revisão de Theresa Calvet de Magalhães. Cadernos de Ética e Filosofia Política, São Paulo, n. 7, p. 175-201, 2005.
____. A condição humana. Tradução de Roberto Raposo. Revisão de Adriano Correia. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

Aula 02 – AÇÃO E NEGAÇÃO DA POLÍTICA 
ARENDT, Hannah. A dignidade da política. Tradução de Helena Martins, Fernando Rodrigues, Frida Coelho e Antônio Abranches. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2002.
________. A promessa da política. Tradução de Pedro Jorgensen Junior. Rio de Janeiro: Difel, 2008.

Aula 03 – A FIGURA DO APÁTRIDA E A QUESTÃO DOS DIREITOS HUMANOS
ARENDT, Hannah. Responsabilidade e julgamento. Tradução de Rosaura Eichenberg. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.
_______. Origens do totalitarismo. Tradução de Roberto Raposo. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

Aula 04 – VIOLÊNCIA, ESTADO E ÉTICAS DO RECONHECIMENTO
BUTLER, Judith. Relatar a si mesmo: crítica da violência ética. Belo Horizonte: Autêntica, 2015.

Aula 05 – PRECARIEDADE, RECONHECIMENTO E VULNERABILIDADE
BUTLER, Judith. Vidas Precárias. Dossiê Diferenças e Desigualdades. Revista Contemporânea n.1, p- 13-33, jan-jun- 2011.

Aula 06 – PERFORMATIVIDADE PÚBLICA E TEORIA DO AJUNTAMENTO
BUTLER, Judith. Notes toward a performative theory of assembly. Havard, 2015.

 

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por email ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade.
centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

 

Palestrantes:

Jacqueline Moraes Teixeira
Doutora em Antropologia Social na Universidade de São Paulo. Atualmente é pesquisadora do NAU-USP (Laboratório do Núcleo de Antropologia Urbana) e do Cebrap (Centro Brasileiro de Análise e Planejamento), onde desenvolve pesquisas sobre religiões e relações de gênero.

Crislei de Oliveira Custódio
Doutora em Educação e pedagoga pela FE/USP. Vice-coordenadora do Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação e o Pensamento Contemporâneo, ligado ao Departamento de Filosofia da Educação e Ciências da Educação da FE/USP. Organizou, junto de José Sérgio Carvalho, a coletânea “Hannah Arendt: educação e o mundo moderno”, publicada pela Ed. Intermeios em 2017.

Data
13/08/2018 a 29/08/2018

Dias e Horários
Segundas e Quartas, 19h às 21h.

As inscrições podem ser feitas a partir de 26 de Julho, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local
Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – 4º andar
Bela Vista – São Paulo.
Valores
R$ 18,00 – credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 30,00 – pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 60,00 – inteira