Programa de Preparação para Aposentadoria em continuidade ao desenvolvimento pessoal

5votos

Preparação para a Aposentadoria em continuidade ao desenvolvimento pessoal.

 

O momento da vida relacionado à aposentadoria é repleto de transformações. Primeiro, nesta etapa da vida, acontecem as mudanças biológicas, relacionadas ao envelhecimento; segundo, há uma grande probabilidade de desestruturação da conjuntura familiar, decorrente da saída dos filhos de casa, chegada dos netos e o reencontro do casal dentro de uma mesma casa, muitas vezes, sem atividades para fazer, ou mesmo o tempo livre quando há o retorno para casa, no caso de pessoas que não possuem convivência com o núcleo familiar; terceiro, a construção de um novo papel social, em razão da “perda” da identidade profissional, do status social trazido pelo nome de um cargo ou profissão, o que requer a construção pessoal do papel de ser aposentado.

Esta passagem da vida profissional ativa para a aposentadoria “inativa” normalmente acontece sem qualquer planejamento ou reflexão. Muitos veem a aposentadoria como um momento de parar, de descansar. Quando a aposentadoria se dá dessa forma, aumentam as chances de surgimento de problemas como isolamento, tristeza e depressão, bem como diversas doenças – resultado não somente do processo de envelhecimento, mas também da ruptura com o mundo do trabalho e seu contexto.

O Programa EVOLUIR vem suprir essa necessidade de intervenção junto aos servidores da Rede, no intuito de auxiliá-los a pensar e refletir sobre o processo de aposentadoria, prevenindo adoecimentos e construindo qualidade de vida. Além disso, já está se consolidando como um dos pioneiros no Estado na execução de ações voltadas para o desenvolvimento pessoal e preparação para o momento da aposentadoria. E tem tido destaque junto a outros Órgãos, que o tomaram como referência.

Observou-se, em cada encontro, que o compartilhamento de vivências e a contribuição dos participantes entre si na preparação para aposentadoria aumentavam. O trabalho grupal é uma excelente ferramenta para esse tipo de atividade, por proporcionar aproximação entre as pessoas, a troca de experiências, criação de novos vínculos e a superação de muitos mitos acerca do aposentar-se. O procedimento do trabalho em grupo foi atrativo aos participantes, devido à participação ativa nas atividades propostas, comprometimento e a presença destes nos encontros. A cada módulo, novas discussões eram desencadeadas e aconteciam novas elaborações sobre o que se constitui a aposentadoria, sendo extremamente positivo para o alcance dos objetivos deste programa.

Módulos

I      – Aposentadoria: noções gerais e início da construção do projeto de vida
II    – Saúde emocional e cognitiva na aposentadoria
III  – Saúde física e social na aposentadoria
IV   – Trabalho
V     – Planejamento Financeiro: ainda é tempo de poupar?
VI   – Legislação sobre aposentadoria
VII  – Reorganização Ocupacional: o que vai preencher o meu tempo na aposentadoria?
TOTAL DE PARTICIPANTES: 45  – Encontros mensais/4h – Período: Abril a Agosto/2017

Foram pensados módulos temáticos focados na construção de um projeto de vida individual, contendo parte teórica, palestra informativa, e vivências relacionadas. O projeto foi pensado de acordo com as necessidades identificadas de implantação de boas práticas relacionadas à qualidade de vida e bem-estar do servidor, além da carência especificamente voltada para a questão da aposentadoria. Foi observada na FHEMIG a ausência de um serviço voltado mais diretamente para a qualidade de vida do servidor.

O Programa contribui, também, para a gestão do conhecimento, uma vez que frequentemente os servidores se aposentam e “levam” consigo o conhecimento que adquirem em sua experiência prática na Fundação.

Cabe aqui destacar, também, a escolha apropriada de atividades desenvolvidas: as técnicas vivenciais para reflexão sobre o passado, o presente e o futuro, sobre a relação com o trabalho e as ocupações, as palestras informativas e as discussões grupais. Todas se constituíram em estratégias de intervenção e contribuíram para o processo de planejamento da aposentadoria. Ainda é preciso considerar como fundamental a interdisciplinaridade adotada, principalmente nas palestras, pois um profissional isolado dificilmente conseguiria atender a todas as demandas trazidas pelos participantes.

O Programa contou com a colaboração de palestrantes voluntários do IPSEMG – Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de MG, do INSS e da própria FHEMIG, contribuindo para a identificação de talentos na Rede, disponíveis e interessados em serem multiplicadores de conhecimento.

Em meio a inúmeras indagações do aposentar-se, uma certeza se impõe: a aposentadoria transforma completamente a vida da pessoa, altera rotinas e hábitos, expectativas e relacionamentos. Em decorrência disso, entende-se como fundamental uma boa preparação do sujeito para a compreensão e enfrentamento dessas mudanças, bem como a reflexão sobre o planejamento pessoal para o futuro. O investimento no desenvolvimento pessoal e na preparação para aposentadoria reflete no desempenho profissional e nas relações com a equipe de trabalho. Estimula a melhoria no relacionamento entre servidores e destes com a instituição, uma vez que passam a perceber que a Fundação tem uma preocupação com o bem-estar de todos.

Muito mais do que uma iniciativa que deu certo, é preciso considerar o Programa EVOLUIR como resultado do trabalho conjunto e do comprometimento de cada um dos envolvidos. Trata-se, portanto, de uma importante ação de Humanização dentro da Gestão de Pessoas.

Belo Horizonte, 11 de setembro de 2017

________________________________________________________

Texto

Taiz Lopes Gontijo

Chefe do Serviço de Acompanhamento Funcional da Rede FHEMIG

Cecília Melo Neves Xavier

Coordenadora do Programa de Preparação para Aposentadoria da Rede FHEMIG

Colaboradoras:

Nahra Gripp Borges

Chefe do Serviço de Aposentadoria da Rede FHEMIG

Valéria Regina Neves Coelho

Assessora Diretoria de Gestão de Pessoas da Rede FHEMIG