Transversalidade das Ações de Humanização na parceria HRPP/UNOESTE. O olhar do estudante médico.

10votos

A Faculdade de Medicina da Universidade do Oeste Paulista, UNOESTE, insere os estudante do Curso Médico em atividades envolvendo a comunidade, ligada aos territórios de saúde, desde o primeiro termo do Curso. Os acadêmicos são estimulados, por meio da Metodologia Ativa da Problematização, a desenvolver ações interprofissionais para criação de ambientes saudáveis, de acordo com a epidemiologia encontrada nas Unidades de Saúde. Os estudantes se organizam em um Projeto de Extensão denominado “Acadêmicos da Alegria”, desenvolvido na dependências do Hospital Regional de Presidente Prudente (HRPP). Os Princípios do HumanizaSUS do Protagonismo do usuário SUS e da Transversalidade das Ações de Humanização são aplicados nos Planos de Ação desenvolvidos a partir das necessidades de saúde das pessoas internadas para tratamento no Hospital Regional de Presidente Prudente. Os integrantes do projeto, no começo de todo semestre letivo, são organizados em 4 grupos divididos nos seguintes dias designados previamente em reunião: Segundas e quartas, sendo dois grupos de segunda e dois de quarta, alternando quinzenalmente os encontros. No HRPP, há fantasias, maquiagens e bexigas com a finalidade de criar vínculos de respeito e confiança entre os futuros profissionais de saúde e os usuários do SUS.  Os acadêmicos se vestem a caráter para a atividade ser efetivada estimulando um ambiente de amizade e cooperação. Os principais setores frequentados pelos Acadêmicos da Alegria são: enfermarias da Pediatria, Diálise e Oncologia. Após as atividades, a equipe se reúne para avaliar as ações desenvolvidas relacionadas à Política Nacional de Humanização.

Referências:

Política Nacional de Humanização. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/politica_nacional_humanizacao_pnh_folheto.pdf Consulta em 30 08 2018, às 17h 09min.