UNOESTE inicia Grupo de Pesquisa Aplicada às Políticas Públicas

17 votos

A UNOESTE (Universidade do Oeste Paulista) insere os estudantes do Curso Médico em sete Estratégias Saúde da Família (ESFs), localizadas no interior do estado de São Paulo, por meio do Programa de Aproximação Progressiva à Prática (PAPP), desde o primeiro termo da graduação. Os Acadêmicos fazem parte das Equipes Interdisciplinares vinculadas às Unidades de Saúde, graças a uma parceria firmada entre a Universidade e as Secretarias de Saúde dos Municípios de Presidente Prudente e Álvares Machado.

Facilitadores do PAPP inauguraram um Grupo de Pesquisa aplicada às Políticas Públicas, denominado GPAPP. É importante ressaltar que as políticas públicas nascem das Necessidades de Saúde que emergem da comunidade, sendo que por meio de sua análise, podem ser organizados Planos de Ação para posterior criação de ambientes saudáveis nos territórios adscritos às ESFs.

Analisar a Política Pública e propor Planos de Ação implica em estimular o direcionamento de recursos disponíveis. Essa competência gerencial está relacionada ao Processos de Trabalho em Saúde, que devem ser estimulados pelos facilitadores e desenvolvidos noa acadêmicos, conforme sugestão das Diretrizes Curriculares Nacionais de 2014, propostas pelo Ministério da educação e Cultura (MEC). Essa competência gerencial se complementa com a Atenção Individual, Coletiva e com a Educação em Saúde, que também poderão ser alvo da produção de Planos de Ação, no GPAPP. A partir da análise das Necessidades de Saúde das comunidades, relacionadas às Condições de Vida, ao Acesso às Tecnologias que Prolongam a Vida, à Autonomia e ao Vínculo entre a Equipe da ESF com o usuário do SUS, surge também a necessidade de sistematizar aspectos relacionados à Política Nacional de Humanização (PNH). Esta Política se sustenta a partir de três princípios: a Transversalidade; Indissociabilidade entre atenção e gestão; ao Protagonismo do Usuário do SUS, com foco na corresponsabilidade e autonomia dos sujeitos e coletivos. Os Facilitadores Organizadores do GPAPP esperam o aplicá-los, conseguirem construir ambientes saudáveis e harmônicos nos territórios ligados às ESFs.

O objetivo do GPAPP é melhorar a aplicação dos recursos direcionados ao SUS, além de estimular a aplicação da PNH, por meio da pesquisa, buscando estabelecer novas estratégias para um uso mais otimizado dos recursos disponíveis.

Referências:

Política Nacional de Humanização. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/politica_nacional_humanizacao_pnh_folheto.pdf Consulta em 13 03 2019, às 16h 39min.