Elias J. Silva

Membro desde: 09/11/2008   |   1087 VOTOS

Interesses:

Manifestar a minha humanidade, promover a cooperação e a solidariedade, repartir o pão para gerar mais pão e participar com toda energia do grande banquete da vida.

ALGUNS ME CHAMAM DE LOUCO…

Este texto foi construído e compartilhado durante o I Fórum de Saúde Mental que aconteceu no início de 2008, evento da Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza, ocorrido no espaço da Universidade Estadual do Ceará-UECE.     ALGUNS ME CHAMAM DE LOUCO…    Alguns me chamam de louco Quem sabe, eu seja um louco sim Mas eu grito, grito até […]

O CONGRESSO, O MOPS E O VESTIDO

Prezados leitores amigos e amigas da Rede Humaniza SUS, O texto abaixo foi construído para homenagear um profissional de saúde que conheci no Congresso do Movimento Popular de Saúde (MOPS), ocorrido em Brasília, no período de 12 a 14 de Março de 2009 e que reuniu representantes de dezenove estados. O texto faz o registro […]

CAMINHOS E ANDARILHOS

O texto a seguir busca dialogar com outras publicações da rede e sugere reflexões neste início de 2010 sobre os caminhos de um SUS em construção, feito por gente acolhedora e cuidadora. Quantos andarilhos buscam trilhar este caminho de relações e práticas humanizadas?   CAMINHOS E ANDARILHOS   Qual filosofia ou religião é a melhor? Qual […]

CRÔNICA DO TEMPO E DA ESPERANÇA…

CRÔNICA DO TEMPO E DA ESPERANÇA…                                     Encontro de Educação Popular da RECID-CE, Abril de 2008, Estação Ecológica de Pacoti-CE. …NO SUS QUE EMBALA NOSSA MILITÂNCIA             O valor do tempo está nas […]

Uma Vivência de Gestão Participativa e Controle Social no Território

  “Começa agora, na roda de acolher, uma vivência que se faz mística da Gestão Participativa e do Controle Social, com os saberes e sabores da humanização.”   Com esta dinâmica apresentamos a experiência da COMOV – Comunidade em Movimento da Grande Fortaleza, que abre seu espaço sociocultural para acolher as rodas do Cento de […]

BEBER NAS ÁGUAS DA EDUCAÇÃO PERMANENTE

Que fonte é esta de onde jorra novos saberes?