medicar para controlar

Entrevista do Fórum sobre a Medicalização da Educação e da Sociedade na revista Fórum Semanal em 12/12/2014:   “Fórum Sobre Medicalização da Educação e Sociedade” exalta a importância de questionamentos e discussões sobre os diagnósticos precoces e massivos dentro das escolas e propõe a valorização da diversidade humana por Carolina Rovai “Venha brincar e desmedicalizar […]

Apoio Institucional é tema da revista Interface

  leia em: http://www.interface.org.br/det_edicao.php?edicao=58&lg=pt  

Signos, Máquinas e Subjetividades…

"Quais as condições para uma ruptura política e existencial num tempo em que a produção de subjetividade constitui a mais fundamental das preocupações capitalistas? Quais são os instrumentos específicos para a produção de subjetividade de maneira que sua produção industrial e em série por parte do Estado e da empresa possa ser frustrada? Que modelo […]

Tecendo redes para garantir direitos

Este documento foi elaborado para os profissionais que atuam no sistema de garantia de direitos de crianças e adolescentes, promotores de justiça, defensores públicos, juízes, gestores e profissionais de saúde, especialmente os da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) do Sistema Único de Saúde (SUS). Sua construção decorre do esforço conjunto entre áreas técnicas da Secretaria […]

leia sempre a bula…

    Com trilha sonora dos Stones ( Cocaine ), o vídeo feito a partir das informações contidas na bula do cloridrato de metilfenidato ( Ritalina ) – medicacão usada em massa para as crianças, jovens e adultos com o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade – feito pelo Fórum sobre a Medicalização da […]

O feminismo não é um humanismo Beatriz Preciado

  Posted by laboratoriodesensibilidades on 27/11/2014 POR BEATRIZ PRECIADO   Durante uma de suas “conversações infinitas”, Hans-Ulrich Obrist me pede para fazer uma pergunta urgente, que artistas e movimentos políticos deveriam responder em conjunto. Eu digo: “Como viver com os animais? Como viver com os mortos?”. Outra pessoa pergunta: “E o humanismo? E o feminismo?” […]

IV CONGRESSO BRASILEIRO PSICOLOGIA: CIÊNCIA E PROFISSÃO – fala de abertura por Elisa Zaneratto

A fala de abertura do congresso de psicologia em São Paulo conclama todos os psicólogos, de norte a sul e sem as divisões separatistas, para a construção de práticas coletivas e comprometidas com a saúde pública. Boas falas!!!

o movimento pela despatologização da vida reverbera pelo Brasil

    Foi criado o núcleo do Fórum sobre a Medicalização da Educação e da Sociedade em Natal. O vídeo mostra os depoimentos de professores e trabalhadores sobre os movimentos de luta contra a medicalização a que estamos expostos hoje em todos os campos da vida.