Sobre:

Sou professor de Ciências Sócio Históricas - Geografia - na EMEF Wenceslau Fontoura da SMED e Assessor da Área Técnica de Saúde Mental da SMS, ambos na PMPA.

Na área da saúde desde 1989, na Secretaria Municipal da Saúde desde 1998 e como professor do EJA desde de 2011, tenho especial interesse na articulação dos temas da coesão social, comunidade família, saúde mental e educação.

Com experiência em UTI neonatal, tenho alunos que foram meus pacientes quando nasceram prematuros no GHC. Na saúde mental trabalhei com reinserção social e reabilitação psicossocial em serviços substitutivos na rede de atenção à saúde mental.

Minha graduação é em Ciências Sociais pela UFRGS. Tenho pós graduação, também pela UFRGS, em Humanização da Gestão e da Atenção no SUS, além de experiência em Assessoria Institucional na área sindical.

Interesses:

Literatura

Teoria do Conhecimento

Filosofia

Exobiologia

Tanatologia

Ciência Política

Sociologia

Antropologia

Cinema: drama, documentário, comédia, ação, fantasia...

 

Formação:

Graduado em Ciências Sociais - UFRGS (2006);

Pós graduado em Humanização da Gestão e da atenção do SUS (2009)

Inteligência Artificial & Consciência Situacional

  Inteligência artificial e aprendizado de máquina não são mais hipóteses ou possibilidades em aberto. Os dois fenômenos já se mostraram reais e, em muitas áreas, superiores às habilidades humanas. O motorista de um carro autônomo não é uma inteligência artificial (IA) singular competindo com um indivíduo humano ao volante. São duas maneiras diferentes de […]

A soma de tudo

É da tradição mística ocidental a ideia de que devemos nutrir a melhor parte de nós mesmos. Deveríamos deixar que ela crescesse em nosso interior, assimilando tudo que não fosse a expressão do bem. Desse modo, seríamos conduzidos diretamente a Deus para uma existência eterna. Mas, primeiro é necessário entender que o melhor, ou o […]

O bem de todo mal

  Extraído do diário de bordo do curso “Método para rir l dos maus encontros” com Luiz Fuganti da Escola Nômade de Filosofia A existência decorre do encontro de uma totalidade intrincada e complexa. O surgimento da vida e, muito tempo depois, da humanidade é o desenlace de um movimento incessante, de uma passagem contínua […]

O comum e a Propriedade

(Comentário sobre as aulas 11 e 12 do “Método para rir até dos mais encontros” da Escola Nômade de Filosofia de Luis Fuganti.) A propriedade pública, privada e intelectual tem valor e substância no exílio a que nos forçamos. Abandonamos o acontecimento em nome da negação do comum. As formas de propriedade, mesmo a ideia […]

O comum e o ideal

(Reflexão sobre as aulas 9 e 10 do curso “Para rir dos maus encontros” com Luiz Fuganti da Escola Nômade de filosofia) Então, renunciar ao acontecimento em nome de um ideal, ou do ideal, é um modo direto de negar a existência, de rebaixar a vida a uma condição estática, imóvel, como de algo que […]

O que temos pela frente

Você já esteve em um “Uber”, próximo ao seu destino, quando o condutor recebe um alerta de chamada para aceitar ainda antes de você desembarcar? A inteligência artificial do software é capaz de calcular em milésimos de segundo que a alternativa para essa chamada em aberto pode ser o veículo em que você está, considerando […]

Os galhos do iluminismo

Esquerda e direita são galhos da árvore do iluminismo. A divergência desses dois modos de pensamento reside no tipo de melhores humanos que cada modelo defende. Os liberais dizem que o melhor ser  humano é individualista, guiado pelo auto interesse, o egoísta típico. Na visão de mundo de esquerda o melhor tipo de humano está […]

A eternidade do presente

É relativamente fácil esperar que o mundo seja como o idealizamos. Trata-se apenas de fabular uma expectativa em relação ao futuro. A questão é sobre atos e acontecimentos. O que fazemos pode, e frequentemente está, em desacordo com nossas crenças e ideais porque pensamos que a realidade seja algo que devemos ajustar e corrigir. Esse […]

A igualdade e o trabalho

A riqueza é uma expressão simbólica para a existência de um recurso. Os recursos são medidas de antecipação das possibilidades. Se há recursos, materiais e cognitivos, então é possível resolver problemas e atender demandas. A moeda é a expressão das distribuições de possibilidades entre as pessoas. Dinheiro não passa de ingresso para o banquete vital […]

Otimismo, inocência e culpa

Presenciei o sofrimento de muitas pessoas. Invariavelmente, essas pessoas arrastavam diferentes medidas de sentimento de culpa ao longo de suas jornadas de dor. Sou profundamente cético a respeito da noção de culpa. Não tenho certezas absolutas sobre livre arbítrio. Acredito em responsabilidade. Porém, não tenho a mínima noção de como distribuí-la através do encontro das […]