Sobre:

Sou professor de Ciências Sócio Históricas - Geografia - na EMEF Wenceslau Fontoura da SMED e Assessor da Área Técnica de Saúde Mental da SMS, ambos na PMPA.

Na área da saúde desde 1989, na Secretaria Municipal da Saúde desde 1998 e como professor do EJA desde de 2011, tenho especial interesse na articulação dos temas da coesão social, comunidade família, saúde mental e educação.

Com experiência em UTI neonatal, tenho alunos que foram meus pacientes quando nasceram prematuros no GHC. Na saúde mental trabalhei com reinserção social e reabilitação psicossocial em serviços substitutivos na rede de atenção à saúde mental.

Minha graduação é em Ciências Sociais pela UFRGS. Tenho pós graduação, também pela UFRGS, em Humanização da Gestão e da Atenção no SUS, além de experiência em Assessoria Institucional na área sindical.

Interesses:

Literatura

Teoria do Conhecimento

Filosofia

Exobiologia

Tanatologia

Ciência Política

Sociologia

Antropologia

Cinema: drama, documentário, comédia, ação, fantasia...

 

Formação:

Graduado em Ciências Sociais - UFRGS (2006);

Pós graduado em Humanização da Gestão e da atenção do SUS (2009)

O lugar do Centro Atenção Psicossocial (CAPS) na Rede de Atenção à Saúde Mental.

Não é porque tudo o que precisam, seja muito mais do que podemos fazer, que não vamos fazer tudo o que pudermos. E o que podemos fazer é mais bem feito no território. A diretriz ética da redução de danos, ou do enfrentamento diário das contingências e resultados não esperados da ação, tem origem na […]

O Monopólio da Comunicação

Este tipo de monopólio, de oligopólio ou hegemonia trabalha para eliminar a si próprio ao alterar o contexto em que se desenvolve. É como uma nuvem de gafanhotos que aumenta geometricamente sua população ao chegar até uma plantação. Para depois ver seu número de saciados gafanhotos individuais definhar na mesma velocidade em que prosperou. Talvez […]

Ouvir as avós e a voz das ruas!

Foto: Sebastião Salgado Ouvir a mãe de uma jovem caída na vida. Escutá-la dizer que por trabalhar a noite a filha foi abusada na infância pelo amigo do pai. Que este ao saber quis bater na filha. Mas o abusador não deixou. Ouvir que ela deixou o filho com a avó, junto com uma carta […]

Notas sobre o Caos: A crise da representação e a produção de sentido.

Já não se trata de malhar sobre o ferro quente. Temos de lidar com algo que suporte o metal líquido que escorre para o molde. Um molde desconhecido, (o novo quem sabe?) que acolha o que irá solidificar-se em novos objetos sociais. O metal líquido são as relações sociais aquecidas pelas formas de tecnologia que […]

Amamos a luta. Detestamos o Tédio. Ansiamos pela Paz.

  O que é realmente novo nestes movimentos recorrentes, em que parte da sociedade sai as ruas com apoio da maioria é a organização simultânea e a multiplicidade de atores. O mantra de que este ou aquele, isso ou aquilo não me representa, dá conta de um anseio por protagonizar diretamente a cena política. A […]

A linha da vida em um rizoma habitual e imprevisível.

Trabalhei muitos anos em uma UTI Neonatal. Era a maior da América Latina, talvez ainda seja. A vida pulsava nos mais inusitados sentidos naquelas salas cheias de equipamentos, monitores, respiradores e incubadoras. Eu era membro da equipe de enfermagem. Estávamos juntos com os residentes de pediatria, os pediatras plantonistas, preceptores, secretarias, nutricionistas, fisioterapeutas, técnicos em […]

Uma leitura sobre a atenção consciente em John Gray.

Uma parte insignificante da informação que chega aos nossos sentidos é processada de forma consciente. Nos lembramos de fatos que ficaram impressos em nossa memória na proporção de uns poucos, para milhares de outros que são esquecidos. Mas é a conexão entre estas memórias mais raras, mas marcantes, que permite que tenhamos uma noção de […]

O pensamento convergente.

Bachelard, Margulis, Winnicott, Maturana, Morin e Lovelock. Os seres humanos estão conectados as demais formas de vida e toda a vida é interligada a química inorgânica de seu ambiente. Esta conexão verifica-se pelo estudo de nossa identidade pessoal e coletiva. Nosso corpo biopsíquico toma forma em meio as relações que estendemos, ainda antes de nascer, […]

A velha e incrível questão.

  Se as questões permanecem, envelhecem mesmo, depois de mais de 2500 anos de pensamento, o fato é que estamos discutindo a respeito de sentidos e significados. Não chegamos ao objeto ou a essência em si. Hume escolheu (poderia dizer livremente) o caminho de aceitar que nossos conceitos são delineados pelo hábito. Pela recorrência das […]

A culpa e o poder.

Eu, vocês e o papeleiro da esquina já estamos no poder. O mundo é a soma dos erros e acertos de todo a humanidade. No formigueiro é assim. Mesmo todos cumprindo seu dever automaticamente, sem nenhum erro ou desvio, nada impede que um humano ou uma chuva causem uma catástrofe e centenas de milhares de […]