ruiharayama

Santarém, PA

Membro desde: 22/05/2014   |   582 VOTOS

Sobre:

Mestre em Antropologia da Ciência e Tecnologia trabalhando em programas de avaliação e intervenção no campo da saúde e educação.
Ativista e pesquisador sobre pesquisas farmacêuticas, ensaios clínicos e paradigmas científicos.
Membro do Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade
 

Interesses:

ética, antropologia, medicina

Formação:

Antropologia

CORONAVÍRUS, CULTURA, MEDICALIZAÇÃO E NECROPOLÍTICA

    Uma das coisas mais complexas desse 2020 (e olha que a concorrência é grande) é dar uma visitada no desenrolar do coronavírus no mundo, a partir do Brasil. Se eu tivesse mais empatia pela humanidade, daria um ótimo tema para a tese. Sim, esse é um textão de mais uma pessoa formada em […]

O que pode um medicamento? Relato do VII Congresso Brasileiro de Uso Racional de Medicamentos

  Philippe Pignarre se pergunta, há muito tempo, sobre o caráter dúbio disso que é ao mesmo tempo um produto biológico e social.  “O que é um medicamento?” Afinal, como lembra Eduardo Vianna Vargas, o que difere uma droga ilegal, da legal e do alimento é a ciência e a moral de cada tempo. Alguma […]

Uso Racional dos Medicamentos: vamos discutir isso juntos?

Ocorre nos dias 10, 11 e 12 de Dezembro o VII Congresso do Uso Racional de Medicamentos em Brasília.     Organizado pelo Comitê Nacional de Promoção de Uso Racional de Medicamentos  nessa edição o debate que permeia o tema do congresso, que é a interprofissionalidade, será impacto por novas estéticas de discussão. Convidamos pesquisadores […]

8+8 e mais o quê? Quem controla o controle social?

Dia 4, domingo à noite, chego em Brasília para participar da 16° Conferência Nacional de Saúde, a 8 +8. Durante o percurso, pelo whatsapp, detalhes das falas de ministros e representantes iam sendo repassadas para mim. Quem tiver interesse em saber detalhes jornalísticos pode procurar a incrível cobertura do SUS Conecta. Mas o que quero […]

1° de Maio. Trabalhadorx, você sustenta ou é sustentadx pelo sonho do SUS?

  Quase dez da noite de um feriado. Assim como tantos outros trabalhadores e trabalhadoras da saúde inicio uma jornada de trabalho. Uma atividade que não está prevista na minha ficha de produção, mas que justifica quase que de forma integral a minha existência dentro do sistema. “Se não me deixarem criar, eu saio da […]

Igualdade nas diferenças, vem aí o 8° Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde

Como promover um bom encontro no qual a pluralidade não seja apenas um fator exotizante, mas possa também compor a construção do conhecimento? É esse o desafio animador que a Comissão de Organização do 8° Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas em Saúde se propõe: construir um evento onde se construa conhecimento científico com a […]

O eletrochoque contra o choque que não conseguimos dar

  Já há mais de um mês que a Coordenação-Geral de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas publicou a “Nota Técnica” que institui a “Nova Saúde Mental” no Brasil. Hoje, dia 07 de Março, mais de um mês passada a publicação dessa Nota, faço 37 anos. Pode parecer estranho associar essas duas coisas, mas um fato […]

USO DE MEDICAMENTOS E MEDICALIZAÇÃO DA VIDA: recomendações e estratégias

O Comitê Nacional do Uso Racional dos Medicamentos acaba de lançar o documento USO DE MEDICAMENTOS E MEDICALIZAÇÃO DA VIDA: recomendações e estratégias. A obra é fruto de intenso trabalho de trocas e discussões com uma questão de fundo: como regular e conter os abusos relacionados ao uso de medicamentos? Para isso, o Comitê, que é […]

‘deu um branco’ na história da saúde?: tensionamentos com a campanha Janeiro Branco

dia 11 de janeiro de 2019 No jornal foram 33 os casos de feminicídio noticiados no Brasil  em 2019. O novo ano, que estava nascendo, parecia replicar o mesmo padrão de sociedade em que vivíamos desde a época da colonização. Entretanto algo para mim era diferente. O diferente era o e-mail institucional que recebi convidando […]

V Seminário Internacional A Educação Medicalizada: “Existirmos, a que será que se destina?

  Não pensemos que nos tentam destruir. Falemos antes da hipótese de que nos tentam produzir. Produzir-nos enquanto sujeito político, enquanto “anarquistas”, enquanto “Black Bloc”, enquanto “antissistema”, de modo a extrair-nos da população genérica, fixando-nos a uma identidade política. in: Aos Nossos Amigos, Comitê Invisível, pp.130 3 anos após a sua última edição, o Fórum […]