ruiharayama

Santarém, PA

Membro desde: 22/05/2014   |   507 VOTOS

Sobre:

Mestre em Antropologia da Ciência e Tecnologia trabalhando em programas de avaliação e intervenção no campo da saúde e educação.
Ativista e pesquisador sobre pesquisas farmacêuticas, ensaios clínicos e paradigmas científicos.
Membro do Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade
 

Interesses:

ética, antropologia, medicina

Formação:

Antropologia

Se eu não posso brincar, não é a minha luta

  Todo mundo acha que quando entramos em alguma militância e na defesa de alguma causa devemos nos portar de forma sisuda, operando pela negativa: não está bom, não vai dar certo. A militância na área da criança e do adolescente nos mostra como essa sisudez está errada. É na brincadeira que conseguimos experimentar novas […]

A Ritalina de novo? Argumentos políticos e ‘pílulas científicas’ para divulgação.

Imagem: Kids on Ritalin – Ben Frost   Em 13 de Julho de 2012 surgiu na web a "Carta de esclarecimento à sociedade sobre o TDAH, seu diagnóstico e tratamento" cuja redação foi encabeçada pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e a Associação Brasileira de Déficit de Atenção (ABDA). Nessa carta o argumento era simples: […]

II SIMPÓSIO BAIANO “MEDICALIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO E DA SOCIEDADE: Da crítica à construção de práticas desmedicalizantes

Ocorre entre os dias 31 de Julho e 1 de Agosto o II Simpósio baiano Medicalização da educação e da sociedade.  O evento é uma realização do Núcleo Bahia do Fórum sobre medicalização da Educação e da Sociedade com diversos parceiros e propõe ir além da crítica à medicalização no sentido de propor práticas para […]

A fala séria do brincar

Vamos imaginar. É ano da Copa do Mundo, e na escola, quando a diretora precisa adequar o calendário escolar, é a primeira coisa que cai: vamos diminuir o tempo do recreio, não precisa de tempo para brincar. A reação é instantânea. Alguns alunos jogam papel, outros chutam lixeiras. Os mais exaltados – os 'vândalos' – […]

Rumo ao Encontro Nacional de CAPS Infantojuvenis – ENCONCAPSij 2016

    O que é protagonismo para você?  É comum ouvirmos a célebre frase “O povo não faz nada”.  Normalmente o que ela quer dizer é que as pessoas não fazem nada do jeito que gostaríamos que fosse feito.   Será que alguém parou para perguntar: como você quer fazer? O que você pensa sobre isso? […]

I Seminário “Psicologia das escolas: o que o professor demanda e o que a Psicologia produz?”

O que pode um psicólogo na escola? O que pode a escola com a psicologia? A ação do psicólogo no contexto escolar é sempre cercado de mistérios e pré-conceitos: ah, aquele que faz aquelas coisas. Ou ainda: "ah, eu sei que tem, mas não sei o que ele faz".     Mas no contexto escolar, […]

Lei 13.438/2017: Posicionamento do Ministério da Saúde e Consenso Após a Reunião de Alinhamento

  Desde o meio de 2017 o Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade vem discutindo os impactos da lei 13.438/2017. A celeridade com que a lei foi aprovada, pegando ativistas de surpresa, merece outro post. Entretanto, após ação do Fórum em protocolar ofício criticando a legislação e aprovar notas em eventos importantes da área […]

1° DE MAIO: A MEDICALIZAÇÃO DO TRABALHADOR TAMBÉM É NOSSA LUTA!

  1° DE MAIO: A MEDICALIZAÇÃO DO TRABALHADOR TAMBÉM É NOSSA LUTA!     O Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade vem a público relembrar todos seus signatários e simpatizantes para as lutas dos trabalhadores nos dias de hoje. Passados mais de 120 anos após sua criação, o Dia do Trabalhador ganhou status […]

Se eu não posso brincar, não é a minha luta! – 5 anos de Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade

  Se eu não posso brincar, não é a minha luta! Passados 5 anos do I° Seminário Internacional a Educação Medicalizada, o Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade completa meia década de existência e potência em um cenário em que experimentar e afirmar novas existências no mundo contemporâneo tornam-se cada vez mais importantes.  […]

Convocação Geral para o (L)oucupaBrasília!

  A Rede Nacional Internúcleos da Luta Antimanicomial (RENILA), após 21 dias de ocupação da sala da Coordenação Geral de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas, do Ministério da Saúde, convida os mais diversos coletivos de todo o país, trabalhadores do SUS e demais políticas públicas, seus usuários, familiares, estudantes, apoiadores e sociedade em geral […]