ruiharayama

Santarém, PA

Membro desde: 22/05/2014   |   545 VOTOS

Sobre:

Mestre em Antropologia da Ciência e Tecnologia trabalhando em programas de avaliação e intervenção no campo da saúde e educação.
Ativista e pesquisador sobre pesquisas farmacêuticas, ensaios clínicos e paradigmas científicos.
Membro do Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade
 

Interesses:

ética, antropologia, medicina

Formação:

Antropologia

A medicalização é tema de saúde pública! Medicar sim, Medicalizar não!

A XV° Conferência Nacional de Saúde, com o tema “Saúde Pública de Qualidade para Cuidar Bem das Pessoas: Direito do Povo Brasileiro”, ocorrerá entre os dias 1 e 4 de Dezembro deste ano, mas até chegar lá muitas discussões acontecerão nas pré-conferências municipais e estaduais. Nós, do Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade,  […]

A Ritalina de novo? Argumentos políticos e ‘pílulas científicas’ para divulgação.

Imagem: Kids on Ritalin – Ben Frost   Em 13 de Julho de 2012 surgiu na web a "Carta de esclarecimento à sociedade sobre o TDAH, seu diagnóstico e tratamento" cuja redação foi encabeçada pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e a Associação Brasileira de Déficit de Atenção (ABDA). Nessa carta o argumento era simples: […]

Assistência Farmacêutica em Pediatria no Brasil : recomendações e estratégias para a ampliação da oferta, do acesso e do Uso Racional de Medicamentos em crianças

    A discussão sobre o Uso Racional dos Medicamentos e a Assistência Farmacêutica em crianças ganha um documento importante com a publicação do Assistência Farmacêutica em Pediatria no Brasil : recomendações e estratégias para a ampliação da oferta, do acesso e do Uso Racional de Medicamentos em crianças. O documento, que é resultado do Grupo […]

I Seminário “Psicologia das escolas: o que o professor demanda e o que a Psicologia produz?”

O que pode um psicólogo na escola? O que pode a escola com a psicologia? A ação do psicólogo no contexto escolar é sempre cercado de mistérios e pré-conceitos: ah, aquele que faz aquelas coisas. Ou ainda: "ah, eu sei que tem, mas não sei o que ele faz".     Mas no contexto escolar, […]

Convocação de experiências para o Laboratório de Inovação na Atenção Integral à Saúde de Adolescentes e Jovens

Segue a importante convocação de relatos de experiências na Atenção Integral à Saúde de Adolescentes e Jovens! O Ministério da Saúde, através da Coordenação Geral de Saúde de Adolescentes e de Jovens (CGASAJ/MS), e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), por meio da Unidade Técnica de Sistemas e Serviços de Saúde e da Unidade Técnica […]

Rumo ao Encontro Nacional de CAPS Infantojuvenis – ENCONCAPSij 2016

    O que é protagonismo para você?  É comum ouvirmos a célebre frase “O povo não faz nada”.  Normalmente o que ela quer dizer é que as pessoas não fazem nada do jeito que gostaríamos que fosse feito.   Será que alguém parou para perguntar: como você quer fazer? O que você pensa sobre isso? […]

Medicalização, análises, furos e extravazamentos

                            Não pensemos que nos tentam destruir. Falemos antes da hipótese de que nos tentam produzir. Produzir-nos enquanto sujeito político, enquanto “anarquistas”, enquanto “Black Bloc”, enquanto “antissistema”, de modo a extrair-nos da população genérica, fixando-nos a uma identidade política. in Aos Nossos Amigos, Comitê […]

A voz, a doença, o professor. A saúde do trabalhador em educação e a medicalização da vida.

Como parte das ações do Fórum sobre Medicalização e da Sociedade, tenho acompanhado um grupo de profissionais da saúde e da educação para refletir sobre as demandas do executivo aos serviços de saúde. Na cidade do Rio de Janeiro existe a Lei do TDA que com um viés retrógrado do processo saúde-doença visa classificar todos […]

A tecnologia a favor da desmedicalização. Potencializando arenas de discussão.

É senso comum pensar na tecnologia como algo antitético aos processos humanos. Essa imagem surge de um pressuposto simples, a de que existe um homem natural de um lado e de outro um sócio-tecnológico. Não vamos desconstruir essa noção nesse texto, mas vamos apenas afirmar que o ser humano é um ser tecnológico por 'natureza', […]

A fala séria do brincar

Vamos imaginar. É ano da Copa do Mundo, e na escola, quando a diretora precisa adequar o calendário escolar, é a primeira coisa que cai: vamos diminuir o tempo do recreio, não precisa de tempo para brincar. A reação é instantânea. Alguns alunos jogam papel, outros chutam lixeiras. Os mais exaltados – os 'vândalos' – […]