ruiharayama

Santarém, PA

Membro desde: 22/05/2014   |   531 VOTOS

Sobre:

Mestre em Antropologia da Ciência e Tecnologia trabalhando em programas de avaliação e intervenção no campo da saúde e educação.
Ativista e pesquisador sobre pesquisas farmacêuticas, ensaios clínicos e paradigmas científicos.
Membro do Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade
 

Interesses:

ética, antropologia, medicina

Formação:

Antropologia

População pode enviar sugestões de temas para debate na 12ª Conferência Nacional dos Direitos Humanos

2015 está sendo marcado por novas configurações que mais lembram retrocessos, um deles é o crescente desrespeito à Constituição Cidadã de 1988. As infrações aos direitos humanos ocorrem no nosso cotidiano, e naturalizá-las é um perigo. É por isso que o chamado da Secretaria de Direitos Humanos do Governo Federal é importante. A sociedade civil […]

1° DE MAIO: A MEDICALIZAÇÃO DO TRABALHADOR TAMBÉM É NOSSA LUTA!

  1° DE MAIO: A MEDICALIZAÇÃO DO TRABALHADOR TAMBÉM É NOSSA LUTA!     O Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade vem a público relembrar todos seus signatários e simpatizantes para as lutas dos trabalhadores nos dias de hoje. Passados mais de 120 anos após sua criação, o Dia do Trabalhador ganhou status […]

GOVERNO DOS ESTADOS UNIDOS AFIRMA QUE GRANDES INDÚSTRIAS FARMACÊUTICAS (BIG PHARMA) MATAM MAIS PESSOAS QUE TODAS DROGAS ILEGAIS

Do Coletivo Carranca, para pensarmos a efetividade da guerra às drogas e no modo como a sociedade tem nos obrigado a viver.   GOVERNO DOS ESTADOS UNIDOS AFIRMA QUE GRANDES INDÚSTRIAS FARMACÊUTICAS (BIG PHARMA) MATAM MAIS PESSOAS QUE TODAS AS DROGAS ILEGAiS COMBINADAS Um novo estudo comprovou que drogas farmacêuticas causam mais overdose e mais […]

Simpósio Medicalização da Educação: Resistência e fugas

  O núcleo Curitiba do Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade  irá promover no próximo dia 10 de Abril, o simpósio Medicalização da Educação: resistência e fugas. Para quem não conhece, o Fórum sobre Medicalização é um movimento social que articula e defende formas plurais e não estigmatizantes na educação e na vida. […]

Se eu não posso brincar, não é a minha luta

  Todo mundo acha que quando entramos em alguma militância e na defesa de alguma causa devemos nos portar de forma sisuda, operando pela negativa: não está bom, não vai dar certo. A militância na área da criança e do adolescente nos mostra como essa sisudez está errada. É na brincadeira que conseguimos experimentar novas […]

Comunidades Terapêuticas – você também tem muito a dizer sobre isso.

Foi aberto pelo CONAD a consulta sobre minuta que regulamenta "as entidades que realizam o acolhimento de pessoas com problemas decorrentes do abuso ou dependência de substância psicoativa, denominadas ou não de comunidades terapêuticas". A minuta é complexa, já que envolve muitos atores e políticas públicas: a assistência social, a política de proteção ao menor […]

O que pode um território? Nota para as políticas públicas após um seminário

O que pode um território?   Imagem de um brócolis romanesco, que se territorializa de forma fractal. É com essa indagação que saí do III Seminário Regional de Psicologia e Políticas Públicas e IX Seminário Regional de Psicologia e Direitos Humanos do Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro. O evento, que aconteceu nos […]

Diário de Classe – as possibilidades para além do controle

Vivemos sempre envoltos por tecnologias que ditam o cotidiano das nossas funções laborais. É o cartão de ponto, é o bom dia aos colegas, é o relatório de atividades. Talvez expressivo para refletir nessa data – 15 de Outubro – seja o papel do Diário de Classe que rodeia o imaginário do professorado. É claro […]

Turcke, o TDAH e o mito do Naturvolker

Como antropólogo parto do pressuposto de que todo relato é sempre uma re-invenção do observado e vivido; espero que esse seja um pressuposto divido por todos que exerçam a antropologia como atividade. A explicitação desse pressuposto no início do texto serve como mea culpa do lapso temporal que me levou a escrever esse relato. Há […]

A voz, a doença, o professor. A saúde do trabalhador em educação e a medicalização da vida.

Como parte das ações do Fórum sobre Medicalização e da Sociedade, tenho acompanhado um grupo de profissionais da saúde e da educação para refletir sobre as demandas do executivo aos serviços de saúde. Na cidade do Rio de Janeiro existe a Lei do TDA que com um viés retrógrado do processo saúde-doença visa classificar todos […]