Sobre:

Secretário Municipal do Idoso e da Pessoa com Deficiência de Três Rios/RJ, no período janeiro de 2009 a dezembro de 2016. Enfermeiro. Doutor em Enfermagem pela UFRJ. Professor no Programa de Pós-Graduação em Enfermagem e Biociências (PPGENFBIO) - Doutorado, e no Programa de Pós-Graduação em Saúde e Tecnologia no Espaço Hospitalar (PPGSTEH) - Mestrado, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde. Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro/UNIRIO. Rio de Janeiro/RJ, Brasil. Rua Silva Jardim, 5 – Centro – Três Rios/RJ – CEP: 25805160 – Tel: (24) 22555840. Email: wilmachado@uol.com.br Lattes http://lattes.cnpq.br/4087914502802277

Interesses:

Pesquisador da Saúde, Reabilitação e qualidade de vida de Idosos e Pessoas com Deficiência.

Formação:

Enfermagem e Obstetrícia. Escola de Enfermagem Alfredo Pinto - EEAP/UNIRIO.

PRIVILÉGIOS E DEFICIÊNCIA, COMO ASSIM?

p Ato de natureza inconsistente, maldoso, preconceituoso, desagregador, inconsequente, repugnante, estampado em Outdoor, na cidade de Curitiba, na manhã de 30 de novembro de 2015, pedia pelo fim dos privilégios para deficientes, causador de imensa surpresa para o segmento social organizado de pessoas com deficiência. Sim, ficamos surpresos pelo fato de ainda existir quem acredite […]

EDUCAÇÃO, SAÚDE E SEGURANÇA PÚBLICA NO COTIDIANO DO BRASILEIRO.

Considerados parâmetros de equilíbrio nas sociedades desenvolvidas, a educação de boa qualidade, excelência na oferta e estrutura de serviços públicos de saúde, além de confiável organização das estratégias de segurança pública, respaldam indicadores de qualidade de vida com admiráveis índices de desenvolvimento humano. São também princípios básicos que determinam a sensação de bem-estar nos membros […]

ESTIMULAÇÃO PRECOCE, MICROCEFALIA, SERVIÇOS DE REABILITAÇÃO E CUIDADO DOMICILIAR.

Define-se estimulação precoce como o conjunto de serviços prestados às crianças entre zero e cinco anos de idade, em que os principais objetivos são: promover a saúde e o bem-estar da criança, impulsionar a emergência de competências; minimizar os atrasos no desenvolvimento; remediar as incapacidades existentes ou emergentes; impedir a deterioração funcional e promover a […]

A INTEGRALIDADE DA ASSISTÊNCIA À SAÚDE NA ATENÇÃO BÁSICA.

É sempre preocupante qualquer notícia que envolva risco de a parcela majoritária e mais pobre da população brasileira fique ainda mais desassistida em suas necessidades de saúde. A divulgação de que o Programa Mais Médicos, lançado pelo governo Dilma, em 2013, foi suspenso por decisão unilateral do governo cubano, em decorrência de exigências protocolares do […]

DESENHO UNIVERSAL E ACESSIBILIDADE DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA NOS ESPAÇOS HOSPITALARES: Barreiras predominantes.

Sabe-se que os ambientes nos hospitais brasileiros são predominantemente inacessíveis para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida, posto que não foram planejados para atender à todos que necessitam de atendimentos quando precisam recorrer aos serviços de diagnóstico, cuidado e tratamento em nível ambulatorial ou de internação, nada obstante a existência de instrumentos oficiais balizadores de […]

TRIAGENS DE PESSOAS COM LESÃO MEDULAR PARA ACESSO AOS PROGRAMAS ESPECIALIZADOS EM REABILITAÇÃO.

A lesão medular é um dos eventos mais impactantes na vida do ser humano, pois afeta tanto o sujeito envolvido quanto o binômio família/cuidador. Ocasiona déficit motor e sensitivo abaixo do nível da lesão e requer um processo de cuidado mais sensível e mais atento às necessidades individuais. Resultantes de traumas que incluem ferimentos por […]

INTERNAÇÃO HOSPITALAR DE IDOSO: amarga experiência para famílias.

Muito desgastante a burocracia da Unimed-Três Rios para liberar internação hospitalar de idosa com greves sintomas de doenças crônicas não transmissíveis (diabetes e hipertensão arterial sistêmica), Alzheimer, etc., ainda que se trate de cliente de primeira linha em termos de valores mensais pagos ao plano de saúde. Tendo no Hospital de Clínicas Nossa Senhora da […]

FRALDAS DESCARTÁVEIS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA: Necessidade básica e respectivo amparo legal.

Não há como compreender o porquê da exclusão de pessoas com deficiência severa, quanto ao direito de adquirir fraldas descartáveis denominadas “geriátricas” para atender suas necessidades de cuidados diários – higiene e conforto – a exemplo dos idosos acamados, de acordo com o norteado pelas políticas públicas de âmbito nacional. Sem acesso ao definido na […]

COMUNICAÇÃO COM SURDOS NO BRASIL: O (des)compasso entre prática e discurso.

Embora estejamos no terceiro milênio, vivendo em país signatário da Convenção das Nações Unidas sobre Direitos da Pessoa com Deficiência (PcD), inclusive tendo-a sancionada através de Decreto presidencial, a comunidade surda brasileira ainda amarga absoluta exclusão do direito à comunicação e informações de relevante interesse para toda a população. Basta que paremos para observar que […]

SETE ANOS DE PLANETA VIDA: Modelo e referência de gestão pública municipal.

Efeitos da crise financeira que o setor público amarga nos três últimos anos impediram comemorações, como gostaríamos de fazer, alusivas ao sétimo aniversário do Planeta Vida. Não importa, se não tenhamos realizado festejos, marcados por eventos pomposos, como em tempos de vacas gordas. De fato, o que mais importa é vermos nos olhos dos usuários […]