Concurso premia iniciativas das cidades mais sustentáveis da América Latina e Caribe

11 votos

Em sua quarta edição, o Concurso Cidades Ativas, Cidades Saudáveis torna visível o que existe de melhor em integração: de um lado premia projetos públicos e sustentáveis e, de outro, promove a participação coletiva dando a oportunidade de cidadãos conectados votarem a favor das iniciativas que considerem mais relevantes e inovadoras.

A competição é toda realizada on-line e aberta a cidades da América Latina e Caribe que possuam soluções criativas e eficientes na área de projetos em segurança viária, atividade física, reformulação e construção de alternativas para o espaço público, além de diferenciais para um transporte mais sustentável.

Com isso, o concurso busca, por meio de votação cidadã on-line, envolver as comunidades urbanas e sensibilizar os tomadores de decisão sobre o impacto do transporte e desenvolvimento urbano na saúde pública. Tanto, que a iniciativa é patrocinada pela Organização Panamericana de Saúde (OPAS/OMS), EMBARQ, Centro de Transporte Sustentável do Instituto de Recursos Mundiais (WRI), e também pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), agência do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos.

Quem se inscreve e participa
Para a inscrição de um projeto é necessário que o órgão municipal ou estadual interessado do país crie uma conta no site e publique sua iniciativa seguindo os critérios e etapas pedidas pelo concurso.

Após este primeiro processo, o projeto se torna público e aberto para a participação e votação on-line de todos os internautas, seguindo três rodadas antes de chegar à votação final, a qual será avaliada por um comitê oficial composto por cinco juízes especialistas nas áreas de saúde pública, planejamento urbano e transporte.
Os quatro primeiros vencedores e oito menções honrosas serão anunciados em 03 de outubro no Congresso Internacional de Transporte Sustentável, organizado pelo Centro de Transporte Sustentável do México (CTS-México), na capital deste país.
Passado o primeiro mês do lançamento desta iniciativa, o concurso já contabiliza seis mil votos e 35 projetos registrados vindos da Argentina, México, Brasil, Cuba, Equador e Colômbia, até agora.

Mais informações em: http://concursocacs.com/